Estarreja, Sociedade

Manter viva a tradição de Natal em Estarreja

A Câmara Municipal de Estarreja mantém o simbolismo do Natal no centro da cidade, cumprindo com a tradição de enfeitar as ruas. Um gesto que assinala a época da família, transmitindo alegria e luz aos Munícipes, ao mesmo tempo que constitui uma forma de apoio ao comércio local, tornando o centro mais atractivo e dinâmico.As luzes de Natal abrangem o centro da cidade, desde a Praça Francisco Barbosa e a Avenida Visconde de Salreu à Avenida 25 de Abril, mantendo-se as mesmas vias do ano anterior.

Nos últimos 5 anos, houve um corte substancial na iluminação natalícia e, este ano, a verba destinada às luzes de Natal volta a diminuir. Focando “o esforço contínuo de contenção nos últimos anos, sem que o município perca esta mais-valia”, o vice-presidente da Câmara Municipal, Abílio Silveira, menciona que este é “mais um exemplo de controlo na gestão dos recursos financeiros”.  Em 2005, o município de Estarreja despendeu o valor de 20.812€, com iluminação de Natal, tendo vindo sucessivamente a decrescer.  O ano passado a decoração das ruas absorveu 12.352€ e no ano de 2011 o valor será de 10.642,46€. “Estas realidades demonstram a poupança que desde então sempre existiu nesta matéria, havendo contudo a preocupação de darmos um sinal positivo e manter vivo o espírito natalício”, afirma Abílio Silveira. Prorrogação de protocolo com a SEMA “A Árvore de Natal, que vem sendo instalada no centro da Praça Francisco Barbosa, é já uma marca reconhecida na quadra natalícia estarrejense e na dinamização do centro urbano”, da qual a Câmara Municipal não quer abdicar. Por esse motivo, e face a dificuldades de ordem financeira que impedem a SEMA de assumir o compromisso estabelecido de instalar o equipamento este ano, a Câmara Municipal decidiu, por maioria, prorrogar o protocolo de cooperação com a Associação Empresarial.

Assinado em 2007 para um período de 5 anos, o acordo passa a vigorar até 2013, sendo que neste Natal o Município de Estarreja assume a montagem da árvore, no montante de 3500 €. Abílio Silveira acentua que esta parceria com a SEMA já tem mais de uma década, tendo nascido ainda com o Executivo anterior. Enfatizando a “importância deste relacionamento com a SEMA”, em prol do desenvolvimento de acções que dinamizem o comércio tradicional, lembra que em 2001, “precisamente há 10 anos atrás, a Câmara atribuiu um subsídio à SEMA de 3 mil contos para iluminações de Natal”. Passados 10 anos e mesmo incluindo os custos inerentes à montagem da árvore, o valor a despender nas decorações de Natal este ano é inferior a esses 15.000 € de 2001, verificando-se assim “a boa gestão que vem sendo feita nesta matéria”, conclui o responsável da pasta das Finanças Municipais.

 A Árvore de Natal regressará desta forma ao centro da cidade, em frente ao edifício histórico dos Paços do Concelho, iluminando a Praça Francisco Barbosa com os seus 20 metros de altura. Atribuição de subsídio às Juntas de Freguesia A Câmara Municipal apoia a instalação das iluminações festivas nos centros cívicos das freguesias tendo deliberado, por maioria, a atribuição de comparticipações às Juntas de Freguesia, à semelhança do que tem sido realizado em anos transactos. Existe uma redução em mais de 10% nas referidas comparticipações, sendo o valor global de 2400€. Os montantes serão liquidados no início do 1º trimestre de 2012.

Valores aprovados

Junta de Freguesia de Avanca 800€ 

Junta de Freguesia de Canelas 300€ 

Junta de Freguesia de Fermelã 300€

Junta de Freguesia de Pardilhó 500€

Junta de Freguesia de Salreu 500€

Junta de Freguesia de Veiros 300€

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *