Cultura, Santo Tirso

Biblioteca municipal de Santo Tirso já recebeu 773 000 visitantes

A Biblioteca Municipal de Santo Tirso faz amanhã, dia 18 de novembro, 11 anos de existência. Com a tipologia BM3, a Biblioteca Municipal de Santo Tirso integra a Rede Nacional de Leitura Pública desde 1992 e já recebeu 773 000 visitantes/leitores. 

Construído de raiz pela Câmara Municipal de Santo Tirso – num investimento de 1, 9 milhões de euros (380 mil contos) – o edifício, da autoria dos arquitetos Pedro Mendo e Maria Manuel Oliveira, privilegia a luz natural e a utilização da pedra de xisto, característica desta região. Organizado em dois pisos o edifício dispõe de espaços atraentes, amplos e funcionais que permitem aos utilizadores uma plena fruição dos serviços disponibilizados, tornando a biblioteca num espaço agradável, que apetece frequentar. 

Facilitar o acesso à cultura e à informação, criar e fortalecer hábitos de leitura nos diferentes públicos, apoiar a educação individual, a autoformação e assegurar a cada pessoa os meios necessários para evoluir de forma criativa, são alguns dos objetivos preconizados pelos serviços disponibilizados pela Biblioteca Municipal. 

As atividades de animação e extensão cultural, juntamente com os serviços de referência e informação, catálogo informatizado, serviços de leitura e de empréstimo domiciliário, o acesso às novas tecnologias de informação e comunicação, as visitas guiadas, os serviços técnicos e administrativos conduzem à concretização desses objetivos. 
 

Projetos e Parcerias 

A Biblioteca Municipal de Santo Tirso desenvolve um trabalho de colaboração e parceria com as bibliotecas escolares do concelho e, no âmbito do Plano Nacional de Leitura, promove um conjunto de ações verdadeiramente importantes para o desenvolvimento de uma cultura de participação e de trabalho colaborativo, proporcionando o intercâmbio de ideias e conhecimentos, fomentando a utilização e rentabilização dos recursos disponíveis e contribuindo para a formação de novos leitores. 

A pensar na população mais idosa, que apresenta particulares dificuldades de acesso ao livro e à leitura, quer pelos níveis reduzidos de literacia que possuem, quer pelo facto de se encontrarem institucionalizados ou residirem nas freguesias mais rurais, a Biblioteca Municipal de Santo Tirso desenvolve, desde 2008, o projeto de leitura sénior “O Baú das Letras”, que consiste em sessões regulares de leitura nos Lares e Centros de Dia e de Convívio, e na promoção de atividades na Biblioteca direcionadas a este público. 

Tem em curso o projeto de digitalização do fundo documental, “Biblioteca Municipal de Santo Tirso: Preservação e Divulgação da Memória Local”, resultante da candidatura ao programa ON2 – “Rede de equipamentos Culturais – Bibliotecas Públicas e Arquivos Públicos”, Eixo III – valorização e Qualificação Ambiental e Territorial. Com mais de 35 mil imagens já criadas, e que serão disponibilizadas a curto prazo ao público, a ideia é desenvolver uma estratégia de preservação e difusão do património cultural constituído pelas coleções pertencentes ao Fundo Local da Biblioteca Municipal de Santo Tirso.  

À missão das bibliotecas em promover o conhecimento sobre a herança cultural acresce a responsabilidade de preservar essa mesma herança. O Fundo Local da cada biblioteca reúne conteúdos muito específicos que refletem a atividade e as características da região, o seu valor patrimonial reside no seu aspeto único e no papel vital que desempenha para o conhecimento da identidade dessa comunidade.  

Com a digitalização e indexação do Fundo Local será possível disponibilizar a informação sob a forma de bases de dados e da pesquisa on-line, o que permitirá  explorar e difundir essa documentação tornando-a acessível a toda a população sem limitação de horários ou distancia, aumentando o número e eficácia das consultas a este fundo documental e, retirando os originais da consulta direta, garantir a sua preservação. 

Por outro lado, com esta intervenção criam-se condições para que muitos particulares, detentores de documentação de valor inestimável, reforcem a sua confiança nos serviços prestados pela Biblioteca Municipal, reconheçam a importância da divulgação da informação de cariz regional e acedam a doar, ou disponibilizar, essas coleções particulares para integrarem este fundo, contribuindo desta forma para o aumento, diversificação e enriquecimento da oferta cultural. 

Integra a Rede de Bibliotecas Municipais Art@Biblio criada a partir da candidatura apresentada ao ON.2 O Novo Norte – Redes Institucionais. Esta rede visa a articulação de um conjunto de bibliotecas com o objetivo de promover a oferta de um leque alargado de serviços culturais e a criação de dinâmicas que potenciem a sua intervenção na sociedade local. 

A articulação entre as várias bibliotecas que integram a rede contribuirá positivamente para a obtenção de economias de escala e de rede que permitam formatar programas de dinamização conjunta e promover a coordenação de iniciativas.  

ATIVIDADE EM NÚMEROS  
 

Hora do Conto  
      Nº de Sessões 270
      Nº de Participantes 9 916
Cinema  
      Nº de Sessões 487
      Nº de Participantes 20 693
Ateliê  
      Nº de Sessões 120
      Nº de Participantes 3395
Teatro  
      Nº de Sessões 56
      Nº de Participantes 2191
Visitas Guiadas à BM  
      Nº de visitas 149
      Nº de Participantes 4328
Movimento Anual de Leitores  
Nº  de entradas 773 010

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *