Cultura, Lamego

Casas de Escritores no Douro de Secundino Cunha apresentado em Lamego

     A Câmara Municipal de Lamego continua a apoiar ativamente todas as manifestações culturais existentes no concelho, através, por exemplo, da promoção de um vasto conjunto de ações de divulgação de obras de autoria de personalidades locais e regionais e de livros que se debruçam sobre a realidade sócio-cultural da nossa região.

     Neste sentido, o Salão Nobre dos Paços do Concelho foi, a 21 de outubro último, o palco escolhido para a apresentação pública do livro Casas de Escritores no Douro, da autoria de Secundino Cunha e fotografias de Sérgio Freitas.

     Após a edição de Casas de Escritores no Minho, Secundino Cunha mostra agora os “templos da memória de homens maiores que, por razões diversas, se ligaram de pedra e cal a esta singular região vinhateira”. “Dos contornos deste rio, outrora nervoso e agitado, nasce uma assombrosa paisagem, a que ninguém fica indiferente; das vinhas rasgadas nas encostas íngremes e pedregosas, sai o mosto que dá corpo ao mais precioso néctar deste quinhão lusitano; e esta terra é berço, natural ou adotivo, de grandes escritores”, justifica assim as razões que o levaram a lançar um olhar muito especial sobre os laços que sempre uniram alguns dos maiores autores portugueses ao Douro Património Mundial.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *