Celorico de Basto, Sociedade

Câmara Municipal de Celorico de Basto intervém para evitar derrocada de uma casa em perigo

Presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva deslocou-se à vila de Gandarela de Basto para, com os serviços da autarquia planear a intervenção que tem de ser efectuada devido a uma iminente derrocada de uma habitação sobranceira à estrada nacional 206, no km 68,6.

A autarquia de Celorico de Basto compromete-se a construir uma estrutura de alicerce para suportar a habitação. Esta decisão deve-se ao facto de a família não ter possibilidades económicas para proceder à execução da obra, e perante a iminência de uma tragédia.

Perante a situação, foi deliberado em reunião de Câmara suportar as despesas de execução de um muro que terá por missão suportar toda a estrutura da casa.

A empresa Estradas de Portugal – S.A, contactada pela Câmara Municipal de Celorico de Basto assumiu a construção de um muro de contenção e espera junto à EN.206, para salvaguardar a circulação de pessoas e bens.

Aliás, o presidente da Câmara Municipal de Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva, não pode deixar de salientar a responsabilidade de cada um neste processo. “Cada entidade tem que assumir as suas responsabilidades, sobretudo quando estão em causa questões primordiais de segurança das pessoas e bens.”

A Câmara Municipal vai suportar esta despesa uma vez que os proprietários da habitação não apresentam condições financeiras para efectuar uma obra de tal envergadura e que se trata de uma situação que põe em risco os habitantes da casa e da população que circula na via.

“É um caso excepcional que merece a nossa inteira atenção, vamos intervir e temos por objectivo solucionar o problema”, mencionou o edil.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *