Portimão, Turismo

Porto de Portimão recebe no próximo domingo três escalas em simultâneo

No próximo domingo, 23 de Outubro, fazem escala simultânea no Porto de Portimão três navios de passageiros, transportando um total de cerca de mil turistas.

Para além do ferry “Volcán de Tijarafe”, que partirá nesse dia rumo ao Funchal com 500 passageiros a bordo, em mais uma das suas viagens semanais, transitam por Portimão o “Silver Cloud”, da companhia Silversea Cruises, com 296 turistas e 222 tripulantes, bem com o “Seadream II” (Seadream Yacht Club), que transporta 110 passageiros e uma tripulação de 95 elementos.

A operação simultânea dos três navios será viabilizada pela cortesia da Marinha de Guerra Portuguesa, que uma vez mais coopera com o Porto de Portimão para que os turistas sejam bem recebidos nesta sua passagem pelo Algarve, permitindo excepcionalmente a atracação de um navio mercante de cruzeiros na infra-estrutura militar, face ao congestionamento do cais civil.

De referir que no dia anterior volta a fazer escala no porto algarvio o “Empress”, da companhia Pullmantur, transportando 1600 turistas e 683 tripulantes, navio com regressos agendados para 26 e 30 de Outubro, e ainda para 3, 7, 11 e 15 de Novembro próximo.

Até ao fim deste mês, é esperado em Portimão no dia 26 o “Royal Clipper” (Star Clippers), o maior navio de vela do mundo, com 227 passageiros e 106 tripulantes, enquanto no dia 31 o “Noordam” (Holland America Line) transportará 1924 turistas e 800 tripulantes.

Localizado estrategicamente na confluência entre o Atlântico e o Mediterrâneo, o Porto de Portimão terá este ano um crescimento de 23 por cento em termos de movimento de navios de cruzeiro, estando previstas até ao final de Novembro um total de 66 escalas.

No que toca à  sua modernização, continua por concretizar o prolongamento do cais de acostagem, que permita acolher simultaneamente dois navios de grande dimensão, e a dragagem de estabelecimento de fundos a dez metros na barra, canal de navegação e bacia de manobra, assim como a aquisição de um rebocador de apoio às operações em porto e navegação na costa, dotado com equipamento de salvamento e de combate à poluição, e a construção de um moderno terminal de passageiros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *