Cultura, Gondomar

Exposição de Onofre Varela em Gondomar

O próprio título da exposição dará as pistas sobre aquilo que o observador/visitante encontra na Casa da Juventude de Rio Tinto. A variedade de traço e de técnicas “transforma” esta mostra individual numa iniciativa que, em tudo, se assemelhará a uma colectiva.

Onofre Varela apresenta inúmeros trabalhos (produzidos entre 1972 e 2010). São quatro décadas em que o autor teve várias experiências profissionais – desde desenhador litográfico, criativo e arte finalista em agências de publicidade, ilustrador, cartoonista e caricaturista em jornais.
Onofre Varela caracteriza as obras de forma muito linear: “Se uns trabalhos pediam um traço mais minucioso, outros exigiam economia de traço e de tempo de execução, mormente no trabalho efémero dos jornais diários (onde tudo quanto é necessário fazer… já devia estar feito)”.

A exposição, inaugurada a 12 de Setembro, está patente ao público até 15 de Outubro.

Onofre Varela nasceu no Porto em 1944. Estudou pintura e exerceu a actividade de desenhador gráfico. Depois abraçou a carreira de jornalista (na área do cartoon). Colaborou com a RTP, desenhando, em directo, a informação meteorológica no programa “Às Dez” – e, também, animando espaços infantis. Foi caricaturista e ilustrador principal no “Jornal de Notícias”, onde também escreveu artigos de opinião, crónicas e entrevistas. Premiado em Portugal e no estrangeiro nas áreas da caricatura e da criação de logótipos, expôs os seus trabalhos satíricos em Portugal, Espanha, França, Turquia, Macau e Brasil. Publicou “O Peter Pan não existe”, é co-autor de “Cinco Enterros do João” e do “Cimbalino Curto” e “O Homem Criou Deus” (a ser editado em Novembro deste ano).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *