Cultura, Torres Vedras

The Old King vai ser levado a cena no Teatro-Cine de Torres Vedras

No próximo dia 7 de Outubro, pelas 21h30, é apresentado no Teatro-Cine de Torres Vedras o teatro The Old King.

Criado por Miguel Moreira, fundador da associação cultural Útero, a partir de uma fotografia de Daniel Blaufuks, The Old King aborda o pensamento de um homem e a sua relação com a sociedade. Um homem que pensa ao mesmo tempo o seu lugar, procurando uma identidade sólida que relate a sua razão de existir e olha para a sociedade e nutre vontade de intervir e ter um comportamento colectivo.

Segundo refere Miguel Moreira a propósito deste trabalho: “Resta-nos imaginar, pensar. Juntarmo-nos e sentir como pensamos em conjunto sobre pensamentos individuais que temos sobre o que fazemos. Reconheço em cada um, um pensamento delineado, aprofundado sobre si, a sua linguagem, a sua expressão. Juntamo-nos. Mais do que nunca este tempo exige o confronto entre o pensamento individual e o colectivo. Pensar o corpo, a dança, o teatro, a dramaturgia”.

Este teatro será interpretado pelo performer Romeu Runa, que foi membro do Ballet Gulbenkian até à sua extinção. Trabalha com o criador Alain Platel e já trabalhou com nomes como Rui Horta, Clara Andermatt, Paulo Ribeiro, Olga Roriz, Vasco Wellenkamp, Rui Lopes Graça e Cláudia Nóvoa.

A música deste espectáculo está a cargo de Pedro Carneiro (percussionista, compositor e chefe de orquestra).

O preço do bilhete para se assistir a The Old King no Teatro-Cine de Torres Vedras é de 5 euros.
Ficha Técnica:

Criação | Miguel Moreira
Interpretação e co-criação | Romeu Runa
Música | Pedro Carneiro
Figurinos | Dino Alves
Desenho de luz | João Garcia Miguel
Ensaios especiais | Alain Platel
Assistência de direcção | Catarina Félix
Colaboração | Sandra Rosado e Jorge Moreira
Fotografia | Helena Gonçalves

Co-produção | Teatro Camões, Teatro-Cine de Torres Vedras, Centro Cultural Município do Cartaxo, Centro Cultural Vila Flor, Teatro das Figuras e Útero Associação Cultural.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *