Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso atenta às necessidades dos mais velhos

O Presidente da Câmara Municipal Povoense esteve presente na sessão de apresentação dos resultados do focus group promovido no âmbito do Projeto “Vencer o Tempo nas 7 Cidades”, que visa fazer da Póvoa de Lanhoso um concelho cada vez mais amigo dos seus idosos. “Vocês são as nossas joias. Todos os dias estamos a trabalhar para vós”, afirmou Manuel Baptista.

 

De lembrar que a Organização Mundial de Saúde indica um conjunto de itens que devem servir de base para que os territórios possam vir a ser considerados amigos dos idosos (Espaços Exteriores e Edifícios, Transportes, Habitação, Participação Social, Respeito e Inclusão Social, Participação Cívica, Emprego, Comunicação e Informação, Apoio Comunitário e Serviços de Saúde). Desta forma, 62 idosos do nosso Concelho (focus group) foram ouvidos a respeito destes temas, com o objetivo de se identificar rotinas, de identificar dificuldades nas rotinas e de criar condições para superar esses problemas. Os resultados foram apresentados recentemente. No final dessa sessão, o Presidente da Câmara Municipal destacou algumas das medidas que a edilidade pretende implementar ou que já implementou e que vão de encontro a algumas das problemáticas identificadas pelos mais velhos.

 

Os projetos que a Câmara Municipal pretende implementar ao nível da melhoria dos centros cívicos de algumas das freguesias do concelho, os Centros de Convívio, a Unidade Móvel de Saúde já procuram responder a necessidades sentidas pelas populações mais velhas. A realização de ações de sensibilização para a idade sénior junto dos mais jovens e para a prevenção rodoviária são medidas a implementar. Os resultados do focus group serão enviados às diversas entidades competentes.

 

Esta sessão, que decorreu no Theatro Club, contou ainda com as presenças da Vereadora da Ação Social da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Fátima Moreira, e da presidente da “Associação Vencer o Tempo”, Ivone Dias Ferreira, para além dos seniores que participaram neste focus group no âmbito do projeto “Vencer o Tempo nas 7 Cidades” (de que a Póvoa de Lanhoso é um dos Municípios fundadores). Algumas das preocupações apontadas e comuns aos territórios que participam no projeto referem-se a questões ligadas à segurança, à saúde e ao relacionamento com os mais novos. “Na Póvoa de Lanhoso, de uma maneira geral, os mais velhos acreditam que vivem num concelho amigo das pessoas idosas”, referiu Ivone Ferreira. “Queremos ser uma vila cada vez mais amiga dos idosos, queremos ser reconhecidos internacionalmente por isso, pela Organização Mundial de Saúde. Queremos fazer mais e melhor”, destacou Fátima Moreira.

 

No mesmo dia, os mais velhos foram recebidos, na Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso, pelos jovens voluntários do projeto, no âmbito da iniciativa “O sénior vai à escola”. Para além de poderem ficar a conhecer a escola dos tempos atuais e de terem sido presenteados com atividades e atenções especiais por parte dos mais jovens, os mais velhos partilharam saberes e tradições.

 

De resto, o projeto implica o “emparelhamento” entre jovens e seniores. Cátia Sousa, 17 anos, é uma das voluntárias. “Acho ótimo, porque é uma maneira de acabar com a solidão. Mesmo cá na Póvoa, que parece um sítio tão urbanizado, há muita solidão. Eu costumo visitar um Lar e para alguns daqueles idosos eu sou a única visita e não acho que isso seja bom, porque os idosos não é por serem velhos ou por já não poderem fazer tudo aquilo que nós fazemos, que não são pessoas importantes. Porque são eles que nos ensinam tudo o que nós sabemos”. A jovem “adotou” um casal de Esperança. “Conversámos muito é por telemóvel, porque é muito fácil”, salienta. Rebeca Jager, 16 anos, também destaca que a experiência está a ser positiva. “Além das pessoas serem simpáticas, são bastante acolhedoras e tratam-nos bem”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *