Póvoa de Lanhoso, Sociedade

Póvoa de Lanhoso assinalou Dia do Concelho

A Póvoa de Lanhoso assinalou, a 25 de setembro, o Dia do Concelho, presidido pelo Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, presente na Sessão Solene. Entendendo a data como oportunidade para reflexão sobre o passado e o futuro, a Câmara Municipal promoveu a visita a equipamentos importantes para o desenvolvimento do concelho, registando-se a participação da população nas diferentes propostas do programa.

 

“O caminho que temos seguido tem como principal objetivo melhorar as condições de vida dos Povoenses sem prejudicar a saúde financeira que, felizmente, esta autarquia se orgulha de apresentar”, salientou, em retrospetiva, o Presidente da Câmara Municipal, Manuel Baptista, durante a sessão solene, nos Paços do Concelho. Sobre o futuro, apontou alguns dos caminhos a seguir, salientando, por exemplo, que a segunda fase do mandato terá como marca principal os investimentos nas freguesias. “Aproveitando a importante fatia de comparticipação dos fundos comunitários, vamos candidatar uma nova fase de investimento no alargamento da rede de água e saneamento; vamos concluir a rede de Centros Escolares com a construção de mais um equipamento na freguesia em Taíde; bem como apostar em projetos de requalificação dos espaços públicos das freguesias. Investimentos estes pensados com o objetivo de fixar população em todo o território do concelho, permitindo responder às necessidades que temos identificado com as Juntas de Freguesia”, afirmou. Solidificar o trabalho desenvolvido ao nível do apoio à fixação de novas empresas é, segundo o autarca, outro dos objetivos para os próximos dois anos. “Todos temos consciência que sem emprego toda a estratégia de desenvolvimento é colocada em causa. Temos conquistado vitórias importantes a este nível, pois somos dos poucos concelhos onde a taxa de desemprego tem diminuído. Fruto de um trabalho de proximidade com os empresários, foi possível dinamizar o Parque Industrial de Mirão e estamos já com boas indicações para o Parque Industrial de Fontarcada”, explicou, de entre outros aspetos, Manuel Baptista.

 

Considerando que a entrega do Foral de D. Dinis, em 25 de setembro de 1292 é o dia primeiro das Terras de Lanhoso e que contribuiu para a definição atual do nosso território, o Presidente da Assembleia Municipal abordou um assunto da atualidade: a reforma da lei eleitoral e a reforma administrativa do território. “Se é inevitável que o número de órgãos autárquicos, ao nível das freguesias do concelho, tem que ser reduzido, sejamos nós a propor um novo modelo de organização concelhia, salvaguardando a identidade de todas e de cada uma das 29 freguesias que constituem o nosso Concelho”, afirmou, manifestando a sua disponibilidade para “moderar um debate sério que envolva os partidos políticos com assento na Assembleia Municipal e que possibilite um amplo consenso sobre uma proposta a apresentar, em sede própria, que reflita a vontade dos Povoenses e que vá de encontro ao reforço do Municipalismo, enquadrado nos tempos que vivemos”, referiu, de entre outros aspetos.

 

O Ministro da Administração Interna, Miguel Macedo, destacou a intervenção autárquica na Póvoa de Lanhoso, nomeadamente ao nível da Educação e da Ação Social. “É de realçar este trabalho, as prioridades que a Câmara Municipal determinou e a perseverança e a determinação na realização deste trabalho. Preocupação com os mais desfavorecidos, preocupação com aqueles que têm mais dificuldade, em particular aqueles que são mais velhos, e uma preocupação fundamental com o futuro através da criação das condições para atrair novos investimentos e, com isso, criar mais riqueza e mais emprego”, afirmou, de entre outras considerações, o Ministro da Administração Interna, para quem a visita à Póvoa de Lanhoso foi um regresso a casa. “Tenho aqui parte das minhas raízes, a minha mãe é deste concelho, gosto muito da Póvoa de Lanhoso, acompanho com muito interesse a Póvoa de Lanhoso. E registo com particular atenção as conquistas que, em áreas diversas, se têm desenvolvido no concelho da Póvoa de Lanhoso, de há muito tempo a esta parte, mas permitam-me que realce, sobretudo, os últimos seis anos, à frente dos quais o Presidente Manuel Batista tem desenvolvido um trabalho importante”, disse ainda Miguel Macedo.

 

Homenagens a personalidades e entidades coletivas

Durante a sessão solene, a Câmara Municipal homenageou personalidades e coletividades locais. Este ano, distinguiu o Padre Magalhães dos Santos, Olinda Antunes, a António Machado, a Vieira & Marques / Pocargil e o Grupo Desportivo da Goma. “Quando decidimos instituir este reconhecimento público tivemos como principal motivação a necessidade de agradecer aos muitos Povoenses que na sua vida profissional, ou ao serviço de uma instituição, são um exemplo de trabalho e de dedicação. No fundo, sentimos que a autarquia não estava a ser justa para com estas pessoas”, explicou o Presidente da Câmara. “Cada um na sua área de intervenção; cada um com o seu percurso, todos vós mereceis que vos agradeça do fundo do coração tudo quanto tendes feito pelo desenvolvimento da Póvoa de Lanhoso”.

 

Miguel Macedo, acompanhado do Presidente da Câmara e seu executivo e do Presidente da Assembleia Municipal, de entre outros, esteve ainda na abertura da exposição “Emigração Dos Anos 50/60/70”, na Sala de Interpretação do Território (Casa da Botica). Ali perto, na Praça Eng. Armando Rodrigues, já decorria o concerto do artista Zé Amaro, com milhares de pessoas a assistir.

 

O programa apresentou ainda a iniciativa pedagógica “A História da Nossa Terra” realizada com alunos de escolas do Concelho e com o historiador Povoense, Paulo Freitas; o concerto de gala de lançamento da revista “Entre Notas” da banda musical dos Bombeiros Voluntários, que decorreu no cine-forum; as visitas às obras do Centro Educativo D. Elvira Câmara Lopes, em Campo, com uma breve apresentação do projeto e do ponto de situação da obra aos convidados e população que quis ficar a conhecer, em primeira mão, aquele equipamento escolar, e à incubadora de empresas, em Ferreiros, onde foi dada a conhecer aos presentes a empresa ligada às novas tecnologias da informação que já está instalada naquele local assim como as razões que motivaram essa escolha.

Se precisa de uma empresa para criação de sites profissionais pode contactar a Livetech

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.