Cultura, Lamego

Lamego capital do surrealismo português pela mão de Cruzeiro Seixas

     Depois da pintura de Emília Nadal e da obra escultórica de José Rodrigues, a arte surrealista do Mestre Cruzeiro Seixas foi o tema central da 3ª  edição do evento Plast&Cine que decorreu no fim-de-semana de 17 e 18 de Setembro em Lamego. Diversas iniciativas culturais multidisciplinares homenagearam a vida e obra deste artista incontornável do surrealismo português, numa iniciativa conjunta da Associação Douro Alliance, das Edições Cão Menor e da Câmara Municipal de Lamego.

     Apesar dos seus 90 anos de idade, o Mestre Cruzeiro Seixas deu uma grande mostra de vitalidade física e mental ao estar presente em praticamente todas as iniciativas e partilhar a vontade de continuar a trabalhar. No sábado, assistiu à performance do grupo de teatro O Andaime, numa alusão dramatúrgica à sua vida, recebeu das mãos das alunas do ateliê de pintura da Santa Casa da Misericórdia de Lamego vários trabalhos criados com base na sua obra e ouviu as simpáticas palavras dos “amigos” que se juntaram na conferência internacional no Teatro Ribeiro Conceição. Estiveram presentes neste encontro António Gonçalves, António Nóvoa, Eurico Gonçalves, Maria João Fernandes, Perfecto Cuadrado e Rui Mário Gonçalves, figuras que, de forma pessoal ou profissional, se cruzam com o surrealismo de Cruzeiro Seixas. Tempo ainda para a abertura da exposição antológica Aproveitar o Acaso, na Casa do Poço, com um conjunto de cerca de 30 obras do Mestre e com a exibição, pela primeira vez, dos seus cadernos íntimos. A mostra continuará patente ao público até 18 de Outubro.

     De carácter gratuito, na programação do Plast&Cine 2011 houve ainda a preocupação de interagir com os lamecenses e com várias instituições da cidade, nomeadamente a Universidade Sénior e a Santa Casa. Neste âmbito, decorreram diversas intervenções performativas na rua e várias iniciativas com características de arte pública.

     O segundo dia do Plast&Cine foi dedicado aos meios audiovisuais com a apresentação do documentário Surrealismo Abrangente, sobre a vida e obra de Cruzeiro Seixas, e o lançamento do DVD resultante da edição anterior deste evento José Rodrigues, esculpido memórias, dedicado ao escultor.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *