Cultura, Estremoz

Jornadas Europeias do Património em Estremoz

Integrada nas Jornadas Europeias do Património 2011, que decorrem de 23 a 25 de Setembro, sob o tema “Património e Paisagem Urbana”, irão realizar-se as seguintes actividades:

Estremoz

– 23 de Setembro – 18h00 – Posto de Turismo de Estremoz

MEMÓRIAS DE PEDRA – Exposição e apresentação percurso urbano pelo Mármore.

A história e as memórias da cidade também se escrevem através dos pormenores em que ninguém repara, neste caso, nas pedras de mármore talhadas pela criatividade dos homens destes e de outros tempos. Exposição patente de 23 de Setembro a 31 de Outubro.

Evoramonte

– 23 de Setembro – 16h00 – Inauguração das Jornadas na Torre de Evoramonte.

– 16h30 – Inauguração da Exposição “Fluxos” do Arquitecto Madeira dos Santos na Torre de Evoramonte.

– 17h00 – Colóquio sobre a Salvaguarda do Património Cultural.

– 24 de Setembro – 17h00 – Visita guiada à exposição Rede Europeia de Sítios da Paz e a uma casa tradicional.

– 18h00 – Centro Histórico – Visita guiada à Igreja da Misericórdia, Igreja de Santa Maria, antiga prisão e outros monumentos.

– 18h40 – Arruada pela Sociedade Filarmónica Veirense.

Estremoz

– 25 de Setembro – 10h00 – Concentração junto à Capela da Rainha Santa.

Visita à Capela da Rainha Santa, à Igreja dos Congregados e à Quinta do Carmo (Organização da Associação de Estudos de Cultura, História, Artes e Património).

– 16h00 – Sala de Exposições do Museu Municipal – Exposição de fotografia de José Cartaxo “Quando a fé sai à rua”.

Documento fotográfico que regista diversas manifestações da fé católica que utilizam o espaço público, por parte de um povo cuja crença se conhece e se dá a conhecer, em função de eventos específicos, datados, seculares, tidos como necessários para a sua sobrevivência espiritual. Exposição patente de 25 de Setembro a 20 de Novembro.

As Jornadas Europeias do Património são uma iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia, que envolvem cerca de 50 países no âmbito da sensibilização dos cidadãos europeus para a importância da salvaguarda do património.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *