Sociedade, Trofa

Câmara da Trofa proporcionou um dia diferente a mais de 1000 seniores de todas as freguesias

A Câmara Municipal da Trofa promoveu, na passada segunda-feira, 19 de setembro, o Passeio Anual Sénior, uma iniciativa que voltou a ser um sucesso e a despertar grande adesão e entusiasmo entre a população local, contemplando mais de 1000 idosos das oito freguesias do concelho, num convívio e numa jornada inesquecível que muitos vão guardam na memória.

 

Este ano, a viagem foi até Espinho onde as centenas e centenas de idosos da Trofa puderam descobrir não só as belas praias da cidade, mas também a Feira Semanal, a Feira das Cebolas e a Romaria que por estes dias faz a homenagem à Senhora da Ajuda.

 

De resto, a animação dominou a tarde com a atuação da cantora Tita e das suas bailarinas. Já antes, os Trofenses que “invadiram” o Municipio de Espinho foram recebidos pelo Presidente da Câmara Municipal local, Pinto Moreira e pela vereadora da Ação Social.

 

Os Seniores da Trofa seguiram para Espinho acompanhados pela Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Joana Lima, pelo Vereador da Ação Social, José Magalhães Moreira e pela Vereadora da Educação Teresa Fernandes, além dos Presidentes das Juntas de Freguesia de S. Martinho de Bougado, Guidões, Muro, S. Mamede do Coronado e Covelas.

 

O ponto alto do dia foi o piquenique convívio, antecedido pela celebração da eucaristia pelo Vigário do Concelho da Trofa, Luciano Lagoa, que também fez questão de acompanhar o Passeio dos Seniores Trofenses.

 

E este Passeio Convívio Sénior é uma das muitas iniciativas que a Câmara Municipal da Trofa organiza para promover o bem-estar dos idosos e, consequentemente, para aumentar a sua qualidade de vida.

 

Com mais esta atividade, a Autarquia Trofense continua firme na sua aposta nas políticas sociais vocacionadas para a população mais idosa, assentando em estratégias que valorizam e promovem o desenvolvimento, a autonomia e a participação dos diferentes agentes em prol da melhoria da qualidade de vida do idoso e de um enriquecimento social e cultural das comunidades locais

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *