Évora, Sociedade

Évora celebra a cidade sem carros

Termina esta quinta-feira, dia 22 de Setembro, mais uma edição da Semana Europeia da Mobilidade, com a cidade de Évora a assinalar esta data com o fecho ao tráfego automóvel, entre as 098h00 e as 20h00, da zona de intervenção do projecto “Acrópole XXI”.

Para além desta medida, a edilidade, juntamente com outros parceiros locais, decidiu não cobrar neste dia a utilização da “Linha Azul”, promover a partir das 08h15 um percurso de bicicleta pela cidade, com partida junto à escola secundária André de Gouveia, e, pelas 18h00, uma visita guiada à Judiaria de Évora.

Assim, esta quinta-feira, data em que se assinala por toda a Europa o dia “Na Cidade Sem o Meu Carro” não será possível circular de automóvel nas seguintes artérias: R. D. Isabel, Lg. Alexandre Herculano, R. Vasco da Gama, Largo Marquês de Marialva, Largo Conde de Vilaflôr, R. Francisco Soares Lusitano e R. Valdevinos a partir do entroncamento com o Pátio do Salema; a circulação só será permitida a transportes públicos, veículos de emergência e veículos não poluentes.

A cidade de Évora volta, assim, a participar na Semana Europeia da Mobilidade (SEM) cujo objectivo passa por incentivar as autoridades locais europeias a apresentar e promover medidas de transporte sustentável e convidar os cidadãos a experimentar alternativas ao uso do carro.

Com foco na Mobilidade Alternativa, a décima edição da Semana Europeia da Mobilidade que agora termina, pretende ainda apoiar a transição para um sistema de transportes eficaz ao nível dos recursos, a promoção do uso de combustíveis limpos e ainda, de propulsão humana.

Recorde-se que, a fim de se transformar numa economia de baixas emissões energeticamente eficiente, a União Europeia adoptou uma série de metas ambiciosas no que respeita ao clima e energia, a serem cumpridas até 2020. Estas metas incluem uma redução de 20% das emissões de gases de efeito estufa, um aumento de 20% da eficiência energética e uma quota de 20% energias renováveis do consumo total de energia.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *