Cultura, Santo Tirso, Sociedade

Siza Vieira e Souto Moura assinam contrato com a Câmara Municipal de Santo Tirso para a requalificação de museus

Os dois únicos arquitetos portugueses já galardoados com o “PRITZKER” (o Prémio Nobel da Arquitetura) – SIZA VIEIRA e SOUTO MOURA – acabam de assinar com a Câmara Municipal de Santo Tirso o contrato para a execução do Projeto de Requalificação do Museu Municipal Abade Pedrosa e do Museu Internacional de Escultura Contemporânea.

Refira-se que esta importante obra arquitetónica deverá ser a primeira a ser projetada em simultâneo e em coautoria por dois arquitetos galardoados com o Prémio Pritzker, tornando-se assim numa referência obrigatória da arquitetura portuguesa e mundial. De referir ainda que tanto Siza Vieira como Souto Moura já venceram, por três vezes, o Prémio Secil de Arquitetura (o maior galardão português na área).

A elaboração do projeto já está em curso e desenvolve-se a partir do programa preliminar elaborado pelos serviços técnicos da Câmara Municipal de Santo Tirso, abrangendo o projeto geral de arquitetura e vários outros projetos técnicos; fundações e estruturas, instalações mecânicas, instalações elétricas, instalações hidráulicas, segurança, gás, vegetação e acústico.

O projeto compreende a reabilitação e remodelação do Museu Municipal Abade Pedrosa e a criação de um novo “edifício”, que disponibilizará uma nova área de acolhimento e receção partilhada com o Museu Internacional de Escultura Contemporânea, constituindo-se como um espaço comum, entendido como um verdadeiro Átrio de receção ao visitante.

A partir deste novo espaço e de um serviço de atendimento único, são articuladas as valências e serviços de ambos os museus, potenciando a racionalização e partilha de espaços, serviços e recursos (materiais e humanos).

No que respeita ao Museu Internacional de Escultura Contemporânea, para além das funções de acolhimento e receção dos visitantes, este edifício disponibilizará serviços e conteúdos específicos e relativos às peças e autores representados, como assegurará a dinâmica e vitalidade do museu, promovendo ações relacionadas com um serviço educativo, seminários e exposições temporárias relevantes para temática, como ainda ações promocionais junto de instituições congéneres e dos circuitos turísticos nacionais e internacionais

Com esta importante ação a Câmara Municipal de Santo Tirso, faz com que o reconhecido valor do espólio do Museu Municipal Abade Pedrosa (em processo de certificação de qualidade) se associe ao património artístico que compõe o Museu Internacional de Escultura ao Ar Livre de Santo Tirso, fundado na inquestionável valia artística dos escultores representados e dos comissários artísticos que integram o projeto, e à reconhecida notoriedade destas duas figuras maiores da arquitetura portuguesa, Siza Vieira e Souto Moura, conjugando num grande gesto, a arte escultórica e a arquitetónica, representada pelos seus maiores expoentes, assegurando à escala mundial, a notoriedade, visibilidade e divulgação merecida do património municipal, nas imediações do Mosteiro de S. Bento, Monumento Nacional, ex-libris e mais importante referência patrimonial da Cidade e do Concelho.

Esta ação – que está inscrita no PPI (Plano Plurianual de Investimento) da Câmara Municipal de Santo Tirso e é enquadrada pelo projeto PRU (Parcerias para a Regeneração Urbana) das Margens do Ave – foi candidatada à ON2, no domínio dos “Equipamentos para a Coesão Local – Equipamentos Públicos Específicos”, por forma a garantir o seu financiamento.

Este processo tem ainda o acompanhamento e apoio institucional da Fundação de Serralves, da Fundação Cidade de Guimarães 2012, da ADDICT- Agência para o Desenvolvimento das Industrias Criativas, da AMP – Área metropolitana do Porto, da Rede Portuguesa de Museus e da Direção Regional de Cultura do Norte.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *