Educação, Lamego

Passos Coelho elogia investimento municipal no Centro Escolar de Lamego

     O novo Centro Escolar de Lamego, o maior estabelecimento de ensino do pré-escolar e 1º ciclo do Ensino Básico construído no concelho e um dos maiores do país, recebeu rasgados elogios do primeiro-ministro Pedro Passos Coelho e do ministro da Educação, Nuno Crato, durante a cerimónia de inauguração deste equipamento que juntou professores, pais e encarregados de educação, interessados em descobrir pela primeira vez as novas instalações. Acompanhados por Francisco Lopes, Presidente da Câmara Municipal, os governantes visitaram demoradamente as salas de aulas e outros espaços de apoio que vão garantir melhores condições de ensino e formação nos primeiros anos da vida escolar. “Esta escola é um investimento muito importante para que os alunos sejam mais bem-sucedidos no processo educativo”, exaltou Passos Coelho.

      A partir do primeiro dia de aulas, começaram a frequentar este estabelecimento de ensino 419 crianças do 1º ciclo e 85 no jardim-de-infância, que anteriormente estavam dispersas por sete escolas: Avões de Lá, Avões de Cá, Ferreiros, Medelo, S. Geão, Sande e Nº1 (Almacave), para além dos jardins-de-infância nº1 (Alvoraçães) e nº3 (Ortigosa). Francisco Lopes acredita que os “excelentes resultados obtidos nos dois novos centros educativos que já estão em funcionamento, situados nas freguesias de Penude e Ferreirim, no âmbito do processo de reorganização da rede escolar, também se vão fazer sentir aqui”. “A autarquia de Lamego está a fazer um esforço admirável para reforçar a aposta na formação e qualificação dos nossos jovens”, sublinhando deste modo a importância desta reforma, sem paralelo na História do concelho.

      Pais, professores e encarregados de educação manifestaram a sua satisfação pelas condições oferecidas aos novos alunos que vão passar a estar ocupados, com aulas e actividades de enriquecimento curricular, desde pouco depois das 8h até às 19 horas. Segundo a Carta Educativa do Município, os novos estabelecimentos de ensino diminuem o isolamento das freguesias rurais e promovem a socialização e interacção dos agentes educativos e o sucesso dos alunos que, por exemplo, passam a ter acesso do ponto de vista tecnológico, a condições que as antigas escolas não dispunham.

     Após a construção de raiz de três novos centros escolares, o processo de reorganização da rede escolar que a Câmara Municipal de Lamego tem em curso fica completo com a ampliação e requalificação da Escola Nº2, localizada na Av. Egas Moniz, num investimento de 1 milhão e 733 mil euros. Até à conclusão das obras, a Escola Nº2 funcionará nas instalações até aqui ocupadas pela Escola Nº1, na freguesia de Almacave.

     O valor investido na construção do novo Centro Escolar ascendeu a cerca de 5 milhões e 500 mil euros, montante comparticipado por fundos comunitários, estando a autarquia a avançar também com a execução do primeiro troço da futura Circular Externa de Lamego (CEL) para servir como principal acessibilidade. Dotado de equipamentos de elevada eficiência energética, a nova escola tem, entre outras valências, auditório, biblioteca, sala de música, sala de informática, cozinha/ refeitório, campos de jogos, polidesportivo descoberto, recreio coberto e zonas de parque infantil.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *