Cultura, Torres Vedras

Exposição “Um Quarto Só Dela” em Torres Vedras

De 17 de Setembro a 26 de Novembro estará patente na sala doispaços da Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras uma exposição da autoria de Rita Carmo intitulada Um Quarto Só Dela.

Esta exposição dá a conhecer o território criativo construído e explorado pela artista durante a sua primeira estadia em Bergen (Noruega) em 2000 e 2001 como bolseira Erasmus e o processo de crescimento e transformação desse território circunscrito no tempo até agora ser exposto.

O título da exposição, emprestado da instalação A Room of Her Own/Um Quarto Só Dela, procura ampliar a ideia de um quarto como um espaço concreto, próprio, individual e intransmissível para um espaço definido por aquilo que a artista fez, encontrou, escolheu  e decidiu mostrar de uma determinada maneira, tendo em conta que ao olhar, pensar e trabalhar sobre esse território prévio ele deixou de ser o de Rita Carmo para ser o  dela, essa outra com a qual a artista já não se identifica totalmente mas cujo trabalho lhe desperta muita curiosidade e tem todo o prazer em apresentar.

A inauguração da exposição Um Quarto Só Dela realiza-se no dia 17 de Setembro, pelas 17h.

 

BIOGRAFIA DE RITA CARMO

Rita Carmo nasceu em 1976 em Lisboa, cidade onde vive e trabalha.
Licenciou-se em Artes Plásticas na  Escola Superior de Artes e Design (nas Caldas da Rainha) em 2001. Foi bolseira  Erasmus no Departamento de Artes Plásticas da Kunsthøgskolen i Bergen (na Noruega), durante 5 meses, em 2000 e 2001. Entre Fevereiro e Junho de 2005 usufruiu de uma bolsa para investigação na área das artes plásticas atribuída em concurso pelo Conselho de Investigação da Noruega/Norgesforskningråd para o desenvolvimento do projecto “How Things Grow and Transform Themselves into Other Separate Things” na Kunsthøgskolen i Bergen, na Noruega. Como conclusão do projecto produziu e apresentou a sua primeira exposição  individual, na Galleri Fisk, em Bergen: “How Things Grow and Transform Themselves into Other Separate Things”.
Desde 1994 tem participado em exposições colectivas, entre as quais: Duplo(s), Galeria Sumo Preto, Lisboa (2002); Quinze Pintores, Palácio Marim Olhão, Lisboa (2002); Solo Exhibition, White Cube, Kunstakademiet, Bergen, Noruega (2000); Nonstopoppening, Galeria Zé dos Bois, Lisboa (2000); Galeria dos 30 dias, Caldas da Rainha (2000); Fleshmeetsplastic, Caldas da Rainha (1998); e Caldas Late Night 96, Caldas da Rainha (1996).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *