Educação, Póvoa de Lanhoso

Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso entregou manuais escolares

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso, Manuel Baptista, entregou manuais escolares gratuitos a alunos do primeiro ciclo de ensino do Concelho, num investimento na ordem dos 30 mil euros.

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso implementa, pelo segundo ano consecutivo, esta medida que irá abranger cerca de 1100 crianças e que terá um impacto positivo no orçamento das famílias Povoenses.

A entrega simbólica a alguns alunos decorreu durante a sessão de abertura do ano lectivo 2011/2012, que se realizou na noite de 14 de Setembro, no pavilhão de desporto do Centro Educativo António Lopes, estabelecimento que acolhe cerca de 250 crianças do primeiro ciclo de ensino, na Vila.

Durante a sua intervenção, Manuel Baptista, destacou, de entre outros aspectos, o enorme investimento que a Autarquia está a realizar no capítulo da Educação, e que passa pela construção dos Centros Educativos, conforme estipula a Carta Educativa, e por apoios ao nível da Acção Social Escolar, de transportes e outros, como as Bolsas de Estudo (atribuídas anualmente a alunos do Ensino Secundário e ou Profissional e do Ensino Superior e ou Politécnico). “Sabendo das dificuldades que as famílias têm e mesmo com as dificuldades que a Câmara também tem, este ano, vamos ainda oferecer estes manuais. Mas para além de tudo isto e para que os alunos tenham sucesso, é preciso ter condições. E a Câmara Municipal está empenhada em criar condições para as nossas crianças”, referiu o autarca, salientando, que, este ano, será também lançado o Centro Educativo de Taíde e que o Centro Educativo D. Elvira Câmara Lopes está em construção. “São estas as condições que estamos a criar. Entendemos que todos os jovens do Concelho têm os mesmos direitos e devem ter as mesmas condições. É essa a nossa preocupação. O sucesso dos nossos filhos depende de todos nós e estão reunidas as condições para que a Póvoa de Lanhoso seja uma referência ao nível da Educação”, considerou.

Presentes na sessão de abertura do ano lectivo estiveram ainda a Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, a Presidente do Agrupamento de Escolas Prof. Gonçalo Sampaio, Luísa Rodrigues Sousa Dias, e o Coordenador do CE António Lopes, Manuel Luís Ferreira, assim como pais, mães e encarregados (as) de educação e crianças do primeiro ciclo.

“Acho que esta é uma medida muito importante, pelo menos para mim, que sou mãe divorciada com três crianças”, referiu Aurora, a mãe da primeira menina a receber os manuais escolares das mãos do Presidente da Câmara. Maria da Conceição é avó, reformada, e encarregada de educação de dois alunos do quarto ano, irmão e irmã gémeos. “Já senti muito na carteira, mas tendo o apoio ao nível dos livros, já é muito bom, porque as despesas são a dobrar e assim já sobra alguma coisa mais para outras necessidades”, manifestou.

Este ano, a acompanhar os manuais escolares, os pais, mães e encarregados (as) de educação recebem uma declaração que devem devolver preenchida à escola, em que comprometem pela devolução dos livros em bom estado, no final do ano lectivo. O objectivo é de que possam, no próximo ano, ser utilizados por outra criança, com poupança de recursos financeiros da Autarquia, que assim ficarão disponíveis para outras aplicações. As crianças com escalão A, para além dos manuais escolares, recebem ainda os cadernos de actividades, sendo que, até ao início da próxima semana, os serviços da Câmara Municipal já terão feito chegar os livros a todas as crianças abrangidas.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *