Sociedade

Mercado da decoração já se prepara para o Natal

«É tempo de resistir e de apostar». Eis uma das mensagens que o secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, António Almeida Henriques, deixou aos empresários portugueses presentes, num total de 230, na CERANOR 2011. Numa visita à maior feira de decoração do Pais, Almeida Henriques reforçou a importância da marca Portugal e das exportações como motores da economia nacional. «Aquilo que vi aqui é que os empresários estão bem conscientes do papel que têm e estão decididos a conquistar novos mercados», referiu ainda o governante.

A CERANOR terminou domingo, na EXPONOR, registando 17.313 visitas profissionais, sendo que perto de 300 foram visitantes internacionais. A qualidade dos visitantes foi apontada por algumas das empresas expositoras como uma das mais-valias desta edição. «Posso-lhe adiantar que os clientes que nos visitaram eram muito bons», referiu Irene Nunes, da empresa Regina Nunes Torres, Têxteis-lar. Uma ideia partilhada por Guilherme Ferreira, da Bimarc:«É um cliente que vem para comprar». Já Joana Correia, da Rio Sul, mostrou-se surpreendida: «O primeiro dia superou as expectativas. Vieram bons clientes, clientes profissionais que vão certamente continuar».

Compras de Natal na feira

O brilho, o aroma e as cores festivas do Natal sobressaíram entre as propostas apresentadas nos vários segmentos de sector representados na feira. A CERANOR cumpriu o seu propósito ao lançar ao mercado profissional as colecções que abrilhantarão as montras das lojas e outros espaços decorativos na época natalícia. «Foi aqui que os profissionais fizeram as suas compras de Natal», diz Francisco Marcos, director da feira.

A Tescoma, que acompanha a feira desde o início, destaca, na linha pastelaria, a colecção Delícia, com as cookie cutters, que são umas bolachas com formatos de Natal, árvores de Natal, figuras do presépio, entre outros.

O atelier Rita Macedo Ceramistas, oriundo da Marinha Grande, trouxe à feira peças de autor inspiradas no Natal, numa colecção de peças únicas e inovadoras trabalhadas em grés.

Na área do brinde e papelaria, e também a pensar em prendas diferentes e engraçadas para o Natal, sobressaiu a linha zipit da empresa Do Art. A representante ibérica deste produto consegue surpreender ao dar a conhecer as bolsas zipit, que ao fechar se transformam em estojos, bolsas, carteiras.

O próximo momento comercial da decoração está agendado para Janeiro de 2012, com a realização (de 26 a 29) da INTERDECORAÇÃO

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *