Marinha Grande, Sociedade

Conferência “(i)Mobilidades Alternativas na Marinha Grande

“(i)Mobilidades Alternativas” é o título da conferência que será proferida por Inês Marrazes e Rui Pedrosa, a ter lugar no dia 20 de Setembro (terça-feira), pelas 21h00, no Auditório da Biblioteca Municipal da Marinha Grande. A entrada é livre.

 

Inês Marrazes, Chefe da Divisão de Ordenamento, Planeamento e Projectos da Câmara Municipal da Marinha Grande e Rui Pedrosa, Administrador da TUMG – Transportes Urbanos da Marinha Grande, irão abordar as vantagens da utilização de transportes alternativos e da importância da promoção de um ambiente sustentável.

 

Esta é uma iniciativa da Câmara Municipal da Marinha Grande, com o objectivo de assinalar a Semana Europeia da Mobilidade.

 

A Semana Europeia da Mobilidade (SEM) é uma campanha anual – que decorre de 16 a 22 de Setembro de cada ano – sobre a mobilidade urbana sustentável que tem como objectivo incentivar as autoridades locais europeias a apresentar e promover medidas de transporte sustentável e convidar os cidadãos a experimentar alternativas ao uso do carro.

 

A fim de se transformar numa economia de baixas emissões energeticamente, eficiente, a UE adoptou uma série de metas ambiciosas no que respeita ao clima e energia, a serem cumpridas até 2020. Estas metas incluem uma redução de 20% das emissões de gases de efeito estufa, um aumento de 20% da eficiência energética e uma quota de energias renováveis 20% do consumo total de energia.

 

Um dos principais desafios na concretização desses objectivos é o crescente volume de viagens asseguradas por veículos particulares, que dependem predominantemente de combustíveis derivados do petróleo. Com foco na mobilidade alternativa, a décima edição da Semana Europeia da Mobilidade pretende apoiar a transição para um sistema de transportes eficaz a nível dos recursos, a promoção do uso de combustíveis limpos e ainda, de propulsão humana.

 

Evitando uma alteração e melhoria das redes de transporte a nível local, as cidades e vilas europeias podem melhorar o sistema de transportes no que respeita ao tipo de combustíveis e de energias utilizadas, quanto à eficácia da sua sustentabilidade ambiental, proporcionando uma vida urbana mais saudável, mais segura e agradável.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *