Educação, Lamego

Câmara de Lamego devolve gestão das Actividades de Enriquecimento Curricular

A Câmara Municipal de Lamego devolveu a responsabilidade da promoção das Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC) ao Ministério da Educação, justificando esta decisão com a “difícil realidade sócio-económica que o país atravessa e que se faz sentir no dia-a-dia deste Município”. Esta função será, já a partir do arranque do novo ano lectivo, assumida pelos agrupamentos de escolas do concelho.

     Embora o Município de Lamego encare a Educação como um factor primordial de desenvolvimento social, pessoal e humano, não era possível continuar a suportar um custo total de 431.729,87€, comparticipado pelo Ministério da Educação em apenas 264.337,50€. Francisco Lopes afirma que o diferencial que tem de ser suportado pela autarquia é “absolutamente insustentável no actual contexto económico”.

     O processo de promoção das AEC transita agora para a condução do Agrupamento Vertical de Escolas de Lamego e do Agrupamento Vertical de Escolas da Sé, nomeadamente a contratação de docentes através da plataforma DGRHE. Para o ano lectivo 2011/12, está previsto que estas actividades beneficiem quase 900 crianças da rede de escolas do 1º Ciclo do ensino público que deste modo vão continuar a ter acesso nas salas de aula às disciplinas de Inglês, Música e Educação Física.

     Recorde-se que a Câmara Municipal de Lamego planificou, promoveu e concretizou as AEC pela primeira vez em 2005/06, com a introdução da disciplina de Inglês, a partir do primeiro ano de escolaridade. Esta mais-valia pedagógica visou garantir a promoção da igualdade de oportunidades das crianças. Só durante o último ano lectivo, foram contratados 41 professores para leccionarem as três disciplinas e 40 auxiliares a meio tempo. Francisco Lopes, Presidente da autarquia, entende que o papel das AEC é “de extrema importância” na formação integral dos alunos e espera que estas actividades prossigam e que “no futuro possamos retomar a colaboração com o Ministério da Educação”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *