Alcoutim, Sociedade

Autarquia de Alcoutim avança com Núcleo Museológico Dr. João Dias

A Câmara Municipal de Alcoutim celebrou ontem um protocolo com a família do Dr. João Francisco Dias, médico benemérito “alcoutenejo”. Mediante este protocolo, a família do Dr. João Dias compromete-se a proceder à doação do espólio do bem feitor e a autarquia alcouteneja a honrar o nome e os feitos do médico e cirurgião, promovendo a criação do núcleo museológico “Dr. João Dias”.

O Dr. João Dias nasceu na Tenência, freguesia de Odeleite, concelho de Castro Marim, mas veio fixar-se em Alcoutim e aqui exercer a sua profissão, depois de se licenciar em Coimbra, no ano de 1927. Faleceu em 1955, com apenas 57 anos, mas a sua memória perpetua-se até aos dias de hoje, como bom médico e cirurgião extraordinário. Gente de terras bem distantes vinha a Alcoutim em busca deste afamado doutor.

Depois da sua morte, a população de Alcoutim homenageou-o mandando erguer um busto à entrada da vila, mas agora a autarquia alcouteneja acredita que o núcleo museológico vai fazer mais para avivar a memória do reconhecido médico. O núcleo vai ser instalado nas antigas dependências do Hospital da Misericórdia e, segundo a Dr.ª Victoria Cassinello, nora do falecido Dr. João Dias, vai contar com a biblioteca privada do médico, material do consultório, instrumentos de medicina e material cirúrgico, objetos pessoais, algumas fotografias e jornais da época com referências à sua figura benemérita.

Na cerimónia de assinatura do protocolo, Dr.ª Victoria Cassinello lembrou as palavras de Ramón e Cajal, Prémio Nobel da Medicina Espanhola, “É certo que grandes coisas se têm feito com insuficientes recursos e ambientes desfavoráveis. O génio paira acima destas circunstâncias”, sublinhando a importância da musealização do consultório para a identidade social do território.

O presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Dr. Francisco Amaral, comprometeu-se a tornar o espaço museológico num local vivo, numa justa homenagem ao benemérito Dr. João Dias.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *