Desporto, Póvoa de Varzim

Portugueses preparam EuroVolley na Póvoa de Varzim

A Selecção Nacional continua a preparar no Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim a sua presença na Fase Final do Campeonato da Europa 2011 – seniores masculinos, a realizar de 10 a 18 de Setembro de 2011, numa organização conjunta da República Checa e da Áustria.

André Lopes é um dos jogadores mais experientes da equipa orientada por Juan Diaz, contando já com 171 internacionalizações:
“O nosso objectivo principal é passar à segunda fase. Para isso, sabemos que temos de ganhar, no mínimo, um jogo, mas é claro que se conseguirmos mais resultados positivos isso será sempre benéfico para nós porque iremos cruzar com uma equipa mais acessível”.

Inserido na Poule B, Portugal enfrenta a República Checa na jornada inaugural (dia 10 de Setembro), defrontando seguidamente a Rússia (dia 11) e a Estónia (dia 12).

“A Rússia é a grande favorita à vitória final no Europeu. Venceu a última grande competição, tendo derrotado o Brasil na final da Liga Mundial. Vencer os russos é praticamente impossível, mas há sempre uma pequena possibilidade…Com o trabalho diário que estamos a desenvolver, o que temos de fazer é arriscar ao máximo.
Em relação à República Checa, para além de estar a jogar perante o seu público, é uma equipa que tem jogadores muito fortes fisicamente.
A Estónia deverá ser a equipa mais acessível, mas igualmente um adversário que não se deve subestimar”, avisa o jogador do Poitiers (França).

O primeiro jogo é sempre muito importante, principalmente este da Poule B, que coloca frente a frente Portugal e a República Checa, dado que, como salienta o Zona 4 português:
“Sabíamos que a República Checa ia evitar defrontar a Rússia no primeiro jogo. Será um jogo vital para as duas equipas, pois o mais certo é que quem vencer esse jogo assegurará o segundo lugar do grupo… pelo menos assim o esperamos. Vamos tentar surpreender logo desde o início e vencer os checos”.

E que argumentos é que a Selecção Nacional poderá apresentar para bater os seus fortes adversários?
“A principal vantagem da nossa equipa relativamente às outras é o facto de não haver nenhuma «estrela». Temos um grupo bastante forte e, como não somos uma das equipas mais fortes fisicamente, a nossa técnica, a nossa agressividade poderá ser uma grande arma e, claro, o nosso serviço vai ter de causar mossas, pois só assim é que conseguiremos dificultar a manobra ofensiva dos nossos adversários”.
A Poule A (Sérvia, Eslovénia, Áustria e Turquia) e a Poule C (Itália, França, Finlândia e Bélgica) serão realizadas na Áustria, respectivamente nas cidades de Viena e de Innsbruck.
A Poule B (República Checa, Rússia, PORTUGAL e Estónia) e a Poule D (Polónia, Bulgária, Eslováquia e Alemanha) serão disputadas nas cidades checas de Karlovy Vary e Praga, respectivamente.
[]

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *