Cultura, Portimão

Teia D’Impulsos arranca com Rota do Petisco de Portimão

Entre 3 de Setembro e 2 de Outubro, a recém-criada associação Teia D’Impulsos propõe a primeira edição da Rota do Petisco de Portimão, um desafio à descoberta dos melhores sabores da gastronomia e da doçaria locais a preços anti-crise, que conta com a participação de 23 restaurantes e oito pastelarias.

A iniciativa, que tem o apoio da Câmara Municipal de Portimão, “pretende estimular um passeio a pé pelo centro da cidade, na degustação de variadas ementas a preços especiais, tendo por base os produtos locais”, salientou Nuno Vieira, o presidente da nova associação, durante a apresentação do projecto, que ontem teve lugar no Museu de Portimão.

Com um preçário assumidamente popular, a modalidade “Petisco” é composta por um prato e uma bebida por 2,50 euros, enquanto a modalidade “Doce Regional” inclui uma sobremesa e bebida, com o preço de 2 euros.

Segundo o vice-presidente da Teia D’Impulsos, Luís Brito, “o objectivo da nossa associação criar novas sinergias entre os particulares e as entidades públicas e privadas ligadas ao associativismo, em prol de uma cidade com cada vez melhor qualidade de vida”.

Nesse sentido, a Teia D’Impulsos tem diversos projectos, nomeadamente ligados à acção social e ao associativismo, iniciando nesta quinta-feira, 1 de Setembro, um espaço radiofónico na Rádio Costa de Oiro, entre as 20h00 e as 22h00, que se debruçará sobre as instituições de solidariedade e as colectividades de cultura e recreio.

Sob o mote “Teia de Ideias”, serão mensalmente promovidos na Casa Manuel Teixeira Gomes debates sobre temas da actualidade relacionados com Portimão. O primeiro está agendado para 12 de Outubro e abordará o turismo de cruzeiros. Em Novembro, serão realizadas as 1as. Jornadas sobre Associativismo Desportivo, enquanto para 2012 a associação tem uma série de outros projectos “que pretendem trazer mais-valias para o município, em nome do associativismo e da cidadania”, conforme destacou Luís Brito.

Para Manuel da Luz, presidente da Câmara Municipal de Portimão, a Teia D’Impulsos “tem tudo para se assumir como uma rede de sinergias muito relevante”, realçando que “é nos momentos de grande pessimismo que costumam surgir iniciativas revolucionárias, que saem fora da rotina”.

Na perspectiva do autarca, “este embrião de uma teia cheia de projectos surge dos cidadãos e dirige-se a eles, reunindo um grupo de jovens empreendedores atentos a várias áreas, a primeira das quais – a gastronomia – é encarada na sua vertente mais pura, através dos petiscos, apelando às raízes da nossa própria identidade”.

“Portimão precisa de iniciativas vindas da base para as bases, sendo esta Rota um exemplo acabado de cidadania e um incentivo à experimentação dos produtos da terra e da riqueza gastronómica de Portimão”, considerou Manuel da Luz.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *