Montijo, Sociedade

Montijo comemora o seu 26.º aniversário

No dia 14 de agosto, Montijo assinala o 26.º aniversário de elevação a cidade com a inauguração das exposições “Fauna Selvagem do Montijo – Viagens pela Biodiversidade do Concelho” e “Bleuretália (achados, infructuosidades e quadros pintados)”.

Com a inauguração destas duas exposições, a Câmara do Montijo continua a evidenciar a sua aposta na cultura e na divulgação da biodiversidade local, como forma de dar a conhecer um pouco melhor, a munícipes e visitantes, os artistas plásticos montijenses e o património ambiental e natural do concelho.

Recordamos que, a 14 de agosto de 1985, a vila de Montijo foi elevada à categoria de cidade devido ao seu desenvolvimento notável e uma importante ascensão económica.

“Fauna Selvagem do Montijo” na Frente Ribeirinha

A exposição “Fauna Selvagem do Montijo – Viagens pela Biodiversidade do Concelho” será inaugurada às 18h00, na Frente Ribeirinha. A mostra estará patente até 29 de fevereiro de 2012.

Dedicada à  fauna da zona este do concelho (freguesias de Santo Isidro de Pegões, Canha e Pegões), a exposição procura alertar para a riqueza faunística local, dando a conhecer parte significativa da sua biodiversidade, nomeadamente, répteis, anfíbios, aves, mamíferos, entre outros.

Desde 2009, que a Câmara divulga a biodiversidade do concelho na Frente Ribeirinha através de um ciclo expositivo que se iniciou com a mostra “Tejo Fonte de Vida” sobre à avifauna e às plantas do estuário do Tejo. Seguiram-se as exposições a “Fauna Aquática”, dedicada aos peixes e alguns invertebrados do estuário do Tejo;  a “Flora Silvestre” sobre as espécies vegetais mais representativas do concelho de Montijo; e “As Árvores e as Florestas” realizada no âmbito do Ano Internacional das Florestas . O ciclo expositivo encerra, assim, com esta mostra “Fauna Selvagem do Montijo – Viagens pela Biodiversidade do Concelho”.

Sozinho ou com a família venha passear na Frente Ribeirinha, um espaço privilegiado onde a cultura marca presença, e descobrir um pouco mais sobre o património natural do concelho do Montijo.

“Blueretália” de José Miguel Gervásio

Por sua vez, a exposição “Bleuretália (achados, infructuosidades e quadros pintados)” de José Miguel Gervásio será inaugurada no mesmo dia (14 de agosto), às 19h00, na Galeria Municipal.

A mostra é, nas palavras do autor, “um alinhamento de quadros de diferentes formatos, alguns elementos da série ‘Imagens de atelier’ e duas maquetas do projeto das esculturas habitáveis ‘Aurora da Liberdade’. Na pintura procuram-se elementos unificadores da imagem, no contexto mais geral da série; os grandes desenhos a tinta da china, «Imagens de atelier», são o plano da batalha, o cenário onde se desenrolam as visões fantásticas. As peças escultóricas, de gosto arquitetónico, possíveis de construir de acordo com um projeto de arquitetura, são habitáculos de «Aurora da Liberdade», a cidade imaginária, onde a poesia corre livre no coração de toda a gente”.

No Dia da Cidade, em jeito de homenagem, a Galeria Muncipal recebe, assim, um artista plástico natural do Montijo, que foi distinguido com uma Menção Honrosa no Prémio Vespeira – Bienal Internacional de Artes Plásticas de 2008.

Nascido em 1968, licenciou-se em Artes Plásticas/Pintura, na Faculdade de Belas Artes do Porto, residindo atualmente em Montemor-o-Novo, localidade onde é professor. Tendo exposto em algumas galerias do Porto, trabalha, atualmente, com o Módulo _Centro Difusor de Arte, em Lisboa. Tem trabalhos seus em várias coleções institucionais e particulares, no país e estrangeiro.

Pode visitar a exposição “Bleuretália (achados, infructuosidades e quadros pintados)” até 29 de outubro, de segunda a sexta-feira das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30, e ao sábado das 15h00 às 19h00.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *