Cultura, Póvoa de Varzim

Feira do Livro – um convite diário para as mais diversas actividades na Póvoa de Varzim

Marta Boaventura, acompanhada de familiares e amigos, esteve, ontem à noite, na Feira do Livro, para apresentar o seu livro intitulado O Útero da Palavra.

Segundo a autora, trata-se de um compêndio de textos que foi escrevendo entre os 23 e os 25 anos. “É o jorrar de dores acumuladas, de coisas vividas”, revelou, concluindo “são fragmentos do meu coração”.

Para Marta Boaventura, “a literatura não tem género, qualquer pessoa alfabetizada e que tenha coração sabe escrever”.

Adiantou ainda que O Útero da Palavra é um livro sobre homens, “homens bons, medíocres, bonitos, feios” deixando no ar, e na opinião do seu irmão António, se não seria sobre “todas as variedades de mulheres que dentro de si”.

Participaram da apresentação do livro declamando alguns seus textos a mãe Isolete, o irmão António e o amigo Vasco.

 

Hoje à noite, terça-feira, 9 de Agosto, o cinema estará de volta à feira do Livro, com a exibição do filme, “Gato preto, gato branco”, de Emir Kusturika, às 22h00, no Diana Bar. Esta é uma proposta do Cineclube Octopus.

 

Amanhã, quarta-feira, dia 10, a animação do recinto será da responsabilidade do Varazim Teatro, que durante a tarde irá animar este espaço de livros à beira-mar plantado.

Às 22h00, José Carlos de Vasconcelos estará no Diana Bar para a apresentação dos livros infanto-juvenis Arco, Barco, Berço, Verso e A História Fantástica de Florzinha Gota de Água (Gradiva) e ainda o livro de poesia O Sol das Palavras (Modo de Ler).

Esta última publicação marca o seu regresso à escrita poética meio século depois de ter publicado Canções para a Primavera, editado quando tinha 19 anos. A unir as duas obras, um desenho de Cipriano Dourado: “é uma homenagem, um agradecimento, uma forma também de estabelecer uma ligação com o meu livro de estreia”, revela José Carlos de Vasconcelos. Sobre O Sol das Palavras, o poeta e jornalista refere que são poemas “sobre a língua, as palavras, a própria poesia” de tempos diversos. (retirado de Diário de Notícias, de 30 de Abril de 2011)

 

Sinopses:

Arco, Barco, Berço, Verso, ilustrado por Raquel Pinheiro

“As letras têm som e sentido, têm cara e corpo, às vezes até têm cheiro e cor. As letras e as sílabas que com as letras se formam, e as palavras que se formam com as sílabas. Na escola se aprendem as «primeiras letras» – e as letras, as sílabas, as palavras nos acompanham toda a vida. Assim devemos conhecê-las e amá-las desde a infância. E para melhor as conhecer e amar temos de as ler, ver, ouvir, de todas as formas possíveis. Temos mesmo de jogar e brincar com elas. É um pouco de tudo isto que neste livro se faz: Arco, Barco, Berço, Verso”.

 

A fantástica história de Florzinha Gota de Água, ilustrado por Raquel Pinheiro

“Esta é a fantástica história de uma gota de água. Chamaram-lhe Florzinha porque era pequenina e nasceu numa rosa, no jardim de uma discreta vila onde passava um ribeirinho. Era ali muito feliz, como num conto de fadas. Mas um dia sentiu um desejo imenso de partir, de descobrir o mundo para lá do que via à sua volta. Saltou para o ribeirinho e chegou a um rio, no rio chegou ao mar, conheceu portos, países, continentes, pessoas as mais diferentes, paz e guerra. E viveu incríveis aventuras, sem nunca deixar de ser quem era. Até voltar para a rosa onde nascera…”

 

O programa pode ser consultado na íntegra no portal municipal, local onde também poderá seguir, através de notícias e imagens, o dia-a-dia da Feira do Livro da Póvoa de Varzim.

A Feira do Livro funciona de domingo a quinta das 16h00 às 24h00 e às sextas e sábados das 16h00 à 1h00. No seu último dia, 15 de Agosto e feriado em honra de Nossa Senhora da Assunção, a Feira está aberta das 15h00 às 24h00.

São mais de 200 as editoras representadas, repartidas por 40 stands onde se podem encontrar livros para todos os gostos, incluindo exemplares de edições poveiras, disponíveis num stand preparado para o efeito, e até livros usados ou antigos, já que na Feira vão estar presentes alfarrabistas.

Organizada pelo Pelouro da Cultura da Câmara Municipal, a Feira do Livro é uma das actividades mais concorridas no Verão poveiro, fruto dos milhares de veraneantes que por esta altura visitam o município.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *