Póvoa de Varzim, Sociedade

Município realojou mais uma família – P. Varzim

No âmbito do realojamento de agregados familiares que residem em situação de grave carência habitacional no concelho, o município procedeu à entrega de mais uma habitação social (tipologia T3), no Agrupamento Habitacional de Barreiros, a um agregado familiar composto por cinco elementos (casal e três filhos de 12, 8 anos e 9 meses).

Tratar-se de uma família com situação socioeconómica bastante deficitária, tendo no momento como único rendimento apenas uma prestação mensal de Rendimento Social de Inserção – RSI, decorrente do estado de saúde de um dos progenitores.

O agregado familiar também já beneficiou do auxílio de outras instituições poveiras que estão igualmente sempre disponíveis para apoiar situações familiares em risco.

Para Andrea Silva, Vereadora da Acção Social, a entrega de habitações sociais é um acto bastante gratificante para o município. Para além da felicidade que esta acção proporciona, a vereadora assinala as condições dignas de vida que o município propicia a este agregado de cinco pessoas que subsistem com baixos recursos, sendo que são beneficiários de Rendimento Social de Inserção.

A Vereadora assegura ainda que a autarquia tem estado atenta aos problemas dos seus munícipes e pretende continuar a dar resposta ou a encontrar parceiros na Rede Social para solucionar as suas dificuldades.

Graças ao Programa Especial de Realojamento (PER) da cidade da Póvoa de Varzim, esta família poderá, a partir de agora, usufruir do conforto de um lar, com todas as comodidades.

Com vista à erradicação das barracas nas Áreas Metropolitanas de Lisboa e Porto, foi criado o PER, cujo objectivo é a erradicação definitiva das barracas, construções abarracadas e ilhas existentes nos municípios destas áreas metropolitanas, mediante o realojamento em habitações condignas das famílias que nelas residem. Neste âmbito esta autarquia aderiu ao PER, tendo celebrado o Acordo Geral de Adesão em 02 de Dezembro de 1994, com vista ao realojamento de 470 famílias das 619 situações levantadas, correspondendo a um total de 1707 indivíduos, das onze freguesias abrangidas pelo levantamento.

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *