Cultura, Évora

VII Festival de Gravura de Évora

A Teoartis Galeria dá início a mais um Festival de Gravura de Évora a partir do dia 3 de Agosto, quarta-feira, com inauguração marcada para as 18 horas, no Palácio de D. Manuel, onde vão estar patentes os trabalhos em gravura de artistas de Portugal, Alemanha, Canadá, Estados Unidos da América, Finlândia, Japão, Polónia, RAE de Macau (China), Roménia e Suécia. Esta é já a 7ª edição do Festival de Gravura, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Évora e da Fundação Eugénio de Almeida.

O Festival de Gravura é um evento bienal e tem como principal objectivo promover a arte de gravar e sensibilizando a população para esta actividade artística. Este ano o Festival conta também com a representação de escolas e centros de arte, mais concretamente do Jyväskylä Centre for Printmaking da Finlândia e da Universidade de Évora, que estará representada pelos artistas Manuela Cristóvão, Daniel Figueiredo, Leopoldo Antunes, Marta Alberto e Vanda Sim Sim.

De 3 a 14 de Agosto, no âmbito do Festival, a Teoartis promove também um ateliê livre intitulado “Imprimir Gravura”, orientado pela artista Melissa Strawser, que se realizará nas instalações da Teoratis, na Rua 5 de Outubro, 78-1º.

Nos meses de Setembro e Outubro, na Teoartis Galeria “Casa dos Sapos” em Monsaraz, terá lugar o “Gravura para pisar”, uma actividade artística desenvolvida por artistas premiados nas últimas edições do Festival de Gravura e outros artistas convidados, que consiste na execução de gravura sobre a pedra do chão da própria galeria, formando assim uma colecção integrada no espaço de exposições.

O programa do Festival contempla ainda o Concurso Nacional de Gravura – Prémio de Edição “Cidade de Évora” e do Concurso Internacional de Gravura – prémio “Artista em Residência”, que será lançado no próximo dia 16 de Agosto. Em Dezembro os trabalhos participantes no concurso serão apresentados em locais de exposição, a anunciar oportunamente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Correcção:

    Apesar de não estar mencionado no texto, a Curadoria e representação dos Centros de Gravura Internacionais foram feitos por mim, sendo que contam também com a participação de artistas de outros Centros de Gravura do Mundo (EUA, Japão, Brasil e Alemanha) para além de Jyväskylä Centre for Printmaking. Queria agradecer a todos os artistas participantes, nomadamente Annabelle Dorn e ao Grupo Feminista de Villa Magdalena K., Hamburgo, Alemanha. Também queria agradecer o convite da Organizadora do Festival e amiga, Teodolinda Pascoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *