Cultura, Évora

Câmara Municipal de Évora assinalou Dia Internacional dos Museus

O Dia Internacional dos Museus (18 de Maio) foi assinalado pela Câmara Municipal de Évora com a entrega dos prémios referentes ao concurso “Criação de um Logótipo: Évora – 25 anos de Património da Humanidade”, no Convento dos Remédios e a dinamização de um jogo sobre a “Memória da Cidade no Tempo”, que reuniu diversas turmas de alunos de jardins de infância da cidade na Unidade Museológica da Central Elevatória de Água – CEA.

Além destes eventos, foi ainda proporcionada a visita às exposições “Évora Megalíthica” e “Vinha das Caliças”, patentes no Convento dos Remédios, e a “Noite nos Museus”, esta realizada no dia 14, na CEA, tendo por temática os “Objectos com História”.

A Vereadora Cláudia Sousa Pereira anunciou os vencedores do concurso que visou seleccionar o logótipo a ser utilizado nos documentos administrativos, formulários e materiais de divulgação relacionados com as comemorações dos “25 anos de Património da Humanidade”.

Este concurso, aberto a jovens entre os 18 e os 35 anos, teve a participação de largas dezenas de concorrentes, oriundos de todo o País e até do estrangeiro, tendo a vencedora sido Rute Sofia Bastardo Pinto (27 anos), de Vila Real, que recebeu um computador portátil oferecido pela empresa Luis Marreiros, Lda.

O segundo classificado, Hugo Pontinha (21 anos), de Tomar, recebeu duas passagens aéreas Lisboa/Barcelona/Lisboa, estadia de duas noites em hotel de três estrelas, quarto duplo e regime de só alojamento e seguro de viagem, tudo oferecido pela agência de viagens TopAtlântico. A cerimónia de entrega dos prémios contou com as canções do fadista eborense Duarte.

Na sua intervenção, a Vereadora deu os parabéns aos jovens e agradeceu a participação de todos, agradecimentos que foram também extensivos aos funcionários municipais envolvidos na dinamização do concurso e na realização do evento, assim como aos dois patrocinadores e ao fadista Duarte.

Explicou a dificuldade que o júri teve para eleger os vencedores, dada a significativa qualidade dos trabalhos e sublinhou também a importância do concurso como forma de chamar a atenção da juventude para um melhor conhecimento do vasto e rico património de que Évora é detentora.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *