Sociedade

Câmara de Lamego volta a apoiar associações culturais e desportivas do concelho

     A Câmara Municipal de Lamego já deliberou atribuir até este momento 111.840 euros às associações culturais e desportivas do concelho, de modo a apoiar financeiramente as actividades que serão desenvolvidas até ao final do ano. Os subsídios são concedidos mediante a celebração de protocolos que visam fomentar as artes tradicionais, preservando a cultura local, e promover o desenvolvimento da prática desportiva, nas suas várias vertentes e formas.

      No âmbito da implementação de medidas de racionalização e contenção da despesa pública municipal para enfrentar a grave crise financeira que atravessa o país e que já obrigou à redução das transferências do Orçamento do Estado para os municípios, a Câmara de Lamego decidiu diminuir este ano, num intervalo entre 20 a 30 por cento, os apoios concedidos às associações locais. Apesar deste corte, Francisco Lopes, Presidente da autarquia, defende que a atribuição destes auxílios vai continuar a garantir “a preservação da nossa tradição local – histórica, etnográfica e cultural -, enriquecendo-nos enquanto comunidade e fortalecendo aquilo que nos identifica como povo”. O autarca saúda ainda o espírito de colaboração manifestado desde o início pelos responsáveis associativos e destaca que, caso este apoio financeiro não fosse concedido, “não seria possível realizar até ao final do ano uma agenda de eventos de tão elevada qualidade e abrangência”. “Acredito que vamos conseguir envolver milhares de lamecenses nestas iniciativas”, acrescenta.

      Até  ao momento, a Câmara Municipal de Lamego já assinou protocolos de colaboração com 28 colectividades que prosseguem objectivos de interesse público no concelho, promovendo a educação, o desporto e o desenvolvimento dos jovens. Grupos folclóricos, bandas filarmónicas, clubes desportivos, grupos de teatro e associações de escoteiros são apenas algumas entidades que vão receber financiamento municipal, tendo como contrapartida a obrigação de cumprirem o plano de actividades inicialmente apresentado.

      Devido ao facto de ainda não ter sido entregue toda a documentação solicitada e ainda não ter sido concretizado o respectivo cabimento orçamental, não foram celebrados até ao momento protocolos de cooperação com cerca de uma dezena de colectividades. A assinatura destes acordos está prevista para muito em breve.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *