Cultura, Montijo

Câmara apresenta obras vencedoras do “Montijo Jovem”

A Câmara Municipal do Montijo vai proceder ao lançamento das obras “O Verso dos Pássaros” de David Erlich e “Pecados de Família” de Fábio Lima, vencedoras do V Concurso de Poesia e Ficção Narrativa “Montijo Jovem” no dia 21 de maio, às 16h00, no auditório da Biblioteca Municipal Manuel Giraldes da Silva.

  David Erlich foi o vencedor na categoria de Poesia. Nascido em Lisboa, em 1989, David Erlich participa, com regularidade, em concursos literários, tanto em Portugal, como no Brasil, tendo sido premiado frequentemente.

  Este ano, obteve uma menção honrosa internacional no VI Concurso Literário Poesia sem Fronteiras. Entre 2006 e 2010 realizou estudos literários com Santiago Kovadloff na Argentina. Foi colaborador do suplemento artístico do Diário de Notícias Jovem, desde 2004 até ao final do suplemento em 2007.

  Fábio Lima venceu a categoria de Ficção Narrativa. O autor, de 21 anos, residente na Moita, desde cedo que mostrou curiosidade pela literatura e artes plásticas.

  Em 2010 terminou a licenciatura em Publicidade e Marketing da Escola Superior de Comunicação Social, local onde, atualmente, se encontra a frequentar o Mestrado em Publicidade e Marketing. É account executive numa agência de marketing digital e interativo. Está a escrever o seu segundo romance.

  Recordamos que, após a leitura e avaliação das obras, o júri do V Concurso de Poesia e Ficção Narrativa “Montijo Jovem”, composto por Manuel Frias Martins, Helena Barbas e Liberto Cruz, deliberou por unanimidade a atribuição dos prémios a David Erlich e Fábio Lima.

  Para além da publicação das suas obras, os vencedores receberam um prémio monetário no valor de 1250 euros cada.

  Desde 2001, que a Câmara Municipal de Montijo, através do Gabinete da Juventude, tem vindo a promover o Concurso de Poesia e Ficção Narrativa “Montijo Jovem”, cuja quinta edição contou com a participação de 43 jovens.  

  O concurso “Montijo Jovem” é uma das faces visíveis do Projeto Cultural Concelhio. Com este concurso, a autarquia montijense demonstra a sua aposta na descoberta e divulgação de novos talentos na área da literatura, possibilitando aos jovens escritores, entre os 15 e 25 anos, uma maior visibilidade das suas obras.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *