Sociedade

EXPONOR transforma Lisboa na capital da saúde oral

E à  3.ª edição o EXPODENTIS mudou de cenário. O Salão Internacional de Equipamento, Produtos e Serviços Dentários deixou o recinto de feiras da EXPONOR e, desta sexta-feira a domingo, tem o “quartel de campanha” do sector montado na Cordoaria Nacional, em Lisboa.

Durante três dias, a capital é-o duplamente, pois que conhecerá um afluxo fora do normal de profissionais da medicina e saúde oral, em busca das últimas novidades em produtos, equipamentos e serviços.

O certame ressurge fiel ao desígnio que motivou a sua criação, em 2007. Ou seja, consolidar-se como “a” plataforma de negócios para os agentes do sector, fruto de um trabalho que transforma 30 horas de evento na montra das melhores soluções disponíveis para o mercado. Mas, como refere Carla Maia, directora do EXPODENTIS 2011, a nova edição trará um «desafio» adicional, que envolverá as empresas inscritas (cerca de 50) no desenvolvimento de «uma participação pautada pela diferenciação».

«O espaço é nobre, os “stands” serão todos em carpintaria e esperamos uma mostra elegante em que o visitante poderá percorrer o magnífico espaço da antiga Cordoaria Nacional», sublinha a responsável da EXPONOR, que encara de forma muito pragmática o impacto da actual crise económica-financeira nos objectivos traçados para a exposição.

«As feiras devem ser encaradas como uma oportunidade vital para contrariar conjunturas adversas, que não só as económicas. São momentos – também de investimento e negócio – para as empresas conquistarem espaço, diferenciarem-se da concorrência, influenciarem o mercado a seu favor, ditarem tendências e daí colherem benefícios», argumenta.

Para Carla Maia, «o momento conjuntural não é reconhecidamente o mais favorável», contudo, «se as empresas contraírem a sua visibilidade e a sua presença activa no mercado crescerá a probabilidade dos respectivos volumes de negócios verem-se afectados negativamente».

A principal novidade do Salão é precisamente a estreia na capital. «O EXPODENTIS procura responder às necessidades do sector, cujo tecido empresarial acredita que a feira se deve realizar alternadamente entre o Porto e Lisboa, com o objectivo de cobrir a totalidade do mercado nacional», recorda Carla Maia.

Nas duas primeiras edições, o Salão Internacional de Equipamento, Produtos e Serviços Dentários recebeu um global de 17.845 visitas de profissionais do sector, perfazendo uma média de 8.923 entradas por certame. A exposição de há dois anos, recorde-se, registou um acréscimo de 28,1 por cento de visitas relativamente ao ano de estreia. Ao nível da massa expositiva, a estatística do evento revela que foi montra das novidades de 129 empresas por edição.

Síntese:

EXPODENTIS – 3.º Salão Internacional de Equipamento, Produtos e Serviços Dentários

Organização: EXPONOR – Feira Internacional do Porto

Co-organização: ANCECSI – Associação Nacional dos Comerciantes de Equipamentos Científicos, Saúde e Imagem

Data: 20 a 22 de Maio

Horário: das 10:00 às 20:00

Local: Edifício da antiga Cordoaria Nacional, em Lisboa

Em exposição: equipamentos, instrumentos dentários, mobiliário, informática para clínicas, próteses e produtos de consumo

Perfil do visitante: médicos dentistas, gerentes de clínicas e policlínicas, assistentes de médicos dentistas, protésicos e gestores de compra de clínicas e hospitais do sector de medicina dentária

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *