Mação, Sociedade

CNO entregou mais 124 Diplomas – Mação

O Centro Novas Oportunidades da Câmara Municipal de Mação entregou no dia 10 de Maio 124 diplomas RVCC naquela que foi a 7ª Cerimónia de Entrega de Certificados.

Os diplomas entregues foram referentes aos processos concluídos no último semestre de 2010. Do total, 50 eram de nível secundário.

Neste evento estiveram presentes intervenientes não só deste concelho como também de vários limítrofes como Abrantes, Sardoal, Constância, Tomar, Ferreira do Zêzere e Sertã.

O Presidente da Câmara Municipal de Mação, Saldanha Rocha, começou por dizer que “apesar de todos os constrangimentos que nos obrigam a sentir se há coisa que não somos, no meio rural, é estúpidos ” referindo a vontade e a garra dos presentes em agarrar a oportunidade que lhes foi dada. Saldanha Rocha referiu que é de elogiar ”o sacrifício, porque por vezes é necessário muito sacrifício para aqui chegar. É importante trabalhar com as ferramentas que nos dão e conseguir alcançar objectivos”.

Vasco Estrela, Vereador da Educação sublinhou, na sua intervenção, “o importante trabalho que, de há muito, se faz na área da educação no Concelho de Mação, o CNO é mais uma prova disso, devendo ser visto como uma oportunidade, não se trata de uma varinha mágica, requer trabalho, mas é uma oportunidade que trouxemos para Mação e que devem aproveitar”.

Durante a entrega dos Diplomas foram ouvidos vários testemunhos dos novos formados. Luís Pombo, de Abrantes, referiu a importância do CNO para a valorização profissional das pessoas afirmando que “o capital humano das empresas é muito importante e esta oportunidade ajuda a valorizar esse capital humano, é uma oportunidade que temos de crescer profissionalmente, de descobrirmos, em nós, valências que desconhecíamos”. Referiu ainda que quem passa por este processo não cresce apenas profissionalmente, “há, acima de tudo, uma grande valorização pessoal”.

A concluir Luís Pombo sublinhou que ”a Câmara Municipal de Mação conseguiu certificar ao nível do 12.º ano, antes mesmo da Escola Nacional de Bombeiros. Mação tem gente muito competente”. Pegando numa frase de Séneca que diz que “os homens podem dividir-se em dois grupos: os que vão atrás a criticar e os que seguem em frente e fazem obra”, Luís Pombo concluiu dizendo que “o CNO de Mação deixa obra feita”.

O CNO de Mação entrou em vigor em 2003 e continua a atingir os seus fins e a missão a que se propôs, tendo já certificado as competências de cerca de 1300 utentes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *