Cultura, Póvoa de Varzim

Noite e Dia dos Museus evidencia Traje Poveiro – P. Varzim

De 14 a 18 de Maio, o Museu Municipal de Etnografia e História da Póvoa de Varzim associa-se à Comemoração Internacional da Noite e Dia dos Museus com várias iniciativas que evidenciam o Traje Poveiro.
O Conselho Internacional dos Museus, apresentou como tema para este ano: Museus e Memória: Os objectos contam a nossa história. Um dos tópicos em destaque é a relação memória, comunidade e identidade, o qual se adequa inteiramente com a temática visada por este evento em geral e, em particular, com as comemorações dos 75 anos do Rancho Poveiro. Na verdade o traje do Pescador Poveiro, com a sua camisola típica e única, cedo se tornou um dos ícones da comunidade.
A 14 de Maio, o Museu fará parte dos 3000 museus abertos durante a noite por toda e Europa e, às 21h30, irá apresentar uma passagem de modelos intitulada “Dois Mil Anos de História do Traje no Museu da Póvoa de Varzim”.
A actividade irá exibir reproduções de trajes antigos, onde irão desfilar desde os habitantes da Cividade de Terroso, romanos da Villa Mendo, pescadores, burgueses e nobres de Varazim da Idade Média e da época dos Descobrimentos, terminando com os trajes de romaria de inícios do século XX. O traje de romaria foi seleccionado, na primeira metade do século XX, como representante máximo do típico traje poveiro e, assim, na sua forma mais característica, original e única, denominada: farda branca, utilizado no Rancho Poveiro fundado em 1936.
Para além deste desfile será ainda exibida uma apresentação ilustrativa da evolução da História do Traje em Portugal desde a Idade do ferro ao Século XX – com reproduções de esculturas, pinturas e fotos de trajes antigos. Serão recordados os tradicionais doces de romaria, transportados por jovens romeiras nas velhas cestas (as condessas) ou nas sacas de croché, os quais eram vendidos nas tendas das festas. Esta actividade estará integrada nas comemorações dos 75 anos do Rancho Poveiro.
A 18 de Maio, Dia dos Museus, durante todo o dia, vários artesãos irão reunir-se no Museu para um ateliê designado “O traje Tradicional Poveiro. A Camisola, ícone de identidade da Póvoa de Varzim». Nesta oficina irá promover-se o ensino e execução de camisolas poveiras, catalins e meias, bem como bordados tradicionais (ponto cruz) usados nas peças de lã e com outras utilizações contemporâneas.
O Museu Municipal irá organizar ainda a Semana da Camisola Poveira e do Artesanato Local, de 18 a 22, através da realização de uma Feira de artesanato local, no pátio interior do Museu.
A entrada para assistir às diferentes actividades é gratuita.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *