Educação, Oliveira de Azeméis

Próximos anos serão de «revolução» na Escola Superior Aveiro Norte – Oliveira de Azeméis

A Escola Superior Aveiro Norte (ESAN) é motor para um «maior relacionamento do ensino com as empresas e com o tecido produtivo da região de Entre Douro e Vouga num quadro de maior competitividade industrial», reconheceu, em Oliveira de Azeméis, o reitor da Universidade de Aveiro (UA).  
«A Universidade inscreveu sempre na sua missão, desde que foi criada, um relacionamento muito intenso com a região que a envolve», afirmou Manuel Assunção justificando a aposta do ensino no norte do distrito de Aveiro, em particular no concelho de Oliveira de Azeméis. 
O reitor deslocou-se a Oliveira de Azeméis para empossar o novo director da Escola Superior Aveiro Norte, Martinho Oliveira, mostrando-se satisfeito com o contributo da UA no «desenvolvimento integrado da região». 
«A ESAN tem muito a ver com esta filosofia e estratégia e a construção do novo edifício permitirá redimensionar a relação da universidade com a sua envolvente e atrair mais alunos», disse Manuel Assunção. 
«Isso é fundamental para que a escola possa crescer e assumir o seu papel de formação e cooperação que é necessário para esta região», explicou. 
A tomada de posse do novo director da ESAN teve a presença do presidente da autarquia de Oliveira de Azeméis, Hermínio Loureiro. 
Segundo o autarca, o próximo triénio será de «profunda revolução» para a ESAN com o início da construção (para breve) e com o funcionamento das novas instalações do Parque do Cercal onde ficará instalado o pólo da Universidade de Aveiro. 
«Finalmente a escola vai ter condições dignas para poder trabalhar com mais qualidade, apostando na inovação, no design e no crescimento dos Cursos de Especialização tecnológica (CET) e de novos cursos que irão ampliar a oferta formativa da Universidade de Aveiro», afirmou Hermínio Loureiro. 
O autarca não duvida de que o mandato do novo director da ESAN será marcado pelo «crescimento da escola a nível curricular e também do ponto de vista físico com a mudança para as novas instalações». 
A Escola Superior Aveiro Norte, um investimento aproximado de cinco milhões de euros, dos quais 80% do FEDER – ON2, integra o Parque do Cercal – Campus para a Inovação, Competitividade e Empreendedorismo Qualificado, um projecto da Universidade de Aveiro e da autarquia de Oliveira de Azeméis. 
O edifício, com recurso a energia geotérmica e com o formato de uma ponte suspensa que o torna arquitectonicamente invulgar e inovador, terá 180 metros de comprimento. 
Segundo o autarca de Oliveira de Azeméis, as obras deverão arrancar a curto prazo depois de cumpridos os prazos legais estabelecidos. 
O Parque do Cercal ficará instalado numa propriedade da autarquia – Quinta do Comandante – uma área com 14 hectares. O espaço terá 600 m2 de laboratórios, 500 m2 de oficinas, um auditório com 200m2 e espaços para biblioteca, salas de aula, formação e reuniões.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *