Desporto, Gondomar

Campeonato Europeu de Partinagem Artística em Gondomar

Portugal voltou a receber um Europeu de Patinagem Artística. Depois do campeonato realizado no Pavilhão Rosa Mota, em 2007, a prova de Gondomar contou com a presença de nove países (Portugal, Espanha, França, Itália, Estónia, Dinamarca, Alemanha, Israel e Holanda), num total de mais de 1.300 atletas, técnicos e delegados.

As equipas italianas foram, de forma inquestionável, as grandes vencedoras das várias modalidades em disputa no Europeu de Patinagem Artística (Show e Precisão) disputado no Multiusos, em Gondomar.

Entre os portugueses, dois destaques a assinalar. A equipa “Deslizar”, formada por Hugo Chapouto, Manuel Magalhães, Ricardo Pinto e Daniel Fonseca, que conquistou a medalha de prata na competição destinada a quartetos. O conjunto nacional foi protagonista de uma excelente exibição, com o esquema “Skating in the Rain” a homenagear o lendário Gene Kelly, tendo sido apenas superado pela Itália, país que garantiu também o último posto do pódio. A Académica de Gondomar foi a melhor formação nacional na Precisão sénior deste Campeonato da Europa de Show e Precisão. Nesta prova, a Itália garantiu, novamente, a superioridade sobre os adversários – com dois primeiros lugares, enquanto o último posto do pódio pertenceu à Alemanha.

A iniciativa realizou-se de 5 a 7 de Maio e nasceu de uma parceria entre a Federação de Patinagem de Portugal, a Associação de Patinagem de Porto e a Câmara Municipal de Gondomar.

A cerimónia de abertura do Campeonato Europeu de Patinagem Artística aconteceu ao final da tarde do dia 6 de Maio. Antes da presença de todos os atletas, houve ocasião para uma actuação do Grupo de Dança “Roda Viva”, da Associação “Vai Avante”. Depois, uma a uma, entraram e desfilaram todas as equipas. Já com atletas, delegados, técnicos, juízes, calculadores, Comissão Organizadora e Comité Europeu de Patinagem Artística devidamente alinhados, seria então altura para um curto período de intervenções. Fernando Claro (Presidente da Confederação Europeia de Patinagem e Presidente da Federação Portuguesa de Patinagem), Valentim Loureiro (Presidente da Câmara Municipal de Gondomar) e Margareth Brooks (Presidente do Comité Europeu de Patinagem Artística), formalizaram a abertura deste Europeu.

Durante os três dias de provas terão passado, segundo as estimativas, mais de seis mil espectadores pelo Multiusos. De salientar que Gondomar é um Concelho com créditos firmados na Patinagem Artística. Com mais de 300 atletas federados, são quatro os clubes que se dedicam a esta modalidade: Grupo Desportivo e Coral de Fânzeres, Escola Dramática e Musical Valboense, Clube de Patinagem de Baguim e Académica de Gondomar – Patinagem Artística.

Na prova disputada no Multiusos participaram praticantes da Académica de Gondomar e do Clube de Patinagem de Baguim.

No final, para além dos resultados desportivos, ficou a opinião generalizada (da Federação Portuguesa de Patinagem e do Comité Europeu de Patinagem Artística) quanto às excelentes condições e recursos proporcionados pelo Multiusos para este tipo de eventos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

1 comentário

  1. Foi um campeonato muito bonito de ver, mas tenho algumas críticas, acho que as equipas pelo simples facto de serem italianas foram beneficiadas. Claro está que a italia para além de ter muitos recursos financeiros investidos neste desporto, tem grande técnica e artística, mas não percebo como é possível terem erros, ou seja penalidades como quedas, deixarem coisas cairem ao chão, pegarem no mesmo objecto duas pessoas, e muitos outros erros e mesmo assim terem uma pontuação como se tudo estivesse perfeito… houve penalidades, há que cortar. Eu vi os esquemas italianos e foram todos de grande qualidade, mas penalidades são para todos. Acho que o 1º lugar de quartetos devia ser ocupado pelo quarteto do chapouto, e não percebi a história do grupo do SFRUA de show grande, para mim não teve sentido nenhum, não percebi. Os grupos de show espanhóis, como sempre estiverem espetaculares, e gostei muito da participação do quarteto espanhol (grande jogo de pés, e energia), mesmo assim não superando a qualidade de chapouto, ricardo, daniel e manel. Outra coisa engraçadíssima foi o discurso do valentim, os catalães a meu lado disseram o seguinte: não percebi nada, mas foi um grande discurso. LOL 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *