Cultura, Portimão

Museu de Portimão festeja três anos de sucessos

Uma surpreendente exposição de esculturas, que evocam os mistérios escondidos nas profundezas dos oceanos, é um dos destaques do programa que, entre 14 e 18 de Maio, festeja o 3º aniversário do Museu de Portimão e que inclui a tradicional Corrida Fotográfica e a estreia do filme de animação “Cristalina e as histórias da água”, feito por realizadores de palmo e meio.

O programa das comemorações arranca a 14 de Maio com a 11ª Corrida Fotográfica de Portimão, um olhar actual e criativo sobre o município, através da expressão fotográfica nos formatos analógico, digital e subaquática.

Com créditos firmados, a Corrida Fotográfica é considerada a mais importante iniciativa do género a sul do Tejo, atraindo algumas centenas de fotógrafos amadores de todo o país, alguns dos quais estrangeiros.

Das 20h00 às 24h00, celebra-se a Noite Europeia dos Museus, uma divertida aventura para toda a família com música e estranhas personagens, numa visita guiada ao outro lado do Museu de Portimão, com a possibilidade de uma prova de azeite oferecida na exposição “Azeite – Saberes com Sabor”.

 

No dia 15 de Maio, às 16h30, tem lugar no auditório do Museu a estreia do filme de animação “Cristalina e as histórias da água”, onde se narram as peripécias criadas pelos 21 realizadores entre os 7 e os 12 anos que, durante as últimas férias da Páscoa, deram corpo a personagens como a Gota Cristalina, o Dário Fontanário ou o Sr. Zé da EMARP.

Segue-se, às 17h00, a apresentação pública do prémio “DASA – Mundo do Trabalho 2011”, recentemente atribuído na Alemanha ao Museu de Portimão, assim como da “Peça do Mês”, que a partir de agora divulgará um objecto relevante das colecções museológicas que habitualmente não estão em exibição.

No que diz respeito à exposição “Arte Submersa”, a inaugurar às 17h30, reúne cerca de duas centenas de peças moldadas à mão e pintadas com uma mistura de vidrados naturais pelo artista suíço Sylvain Bongard, há cerca de 40 anos radicado no Algarve.

A escolha das esculturas centrou-se em objectos do quotidiano, desde os mais modernos até aos que já caíram em desuso, ampliados e esculpidos como se tivessem saído do fundo do mar e sugerindo formas fantasiosas.

Esta original exposição, que estimula o imaginário comum e possibilitará aos visitantes uma experiência única, sugere a visão, o som e a sensação de se estar debaixo de água, podendo ser vista até 31 de Julho.

Inaugurado há  apenas três anos, o Museu de Portimão recebeu em 2010 o prémio “Museu Conselho da Europa”, tendo também sido distinguido com o prémio “Turismo de Portugal” em 2009 e uma menção honrosa na categoria “Melhor Museu Português”, atribuída em 2008 pela Associação Portuguesa de Museologia.

Durante o período de 14 a 18 de Maio, o Museu de Portimão tem as portas abertas e faculta a entrada livre a todos os visitantes.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *