Cultura, Santa Maria da Feira

Espectáculo invulgar e inovador junta música, dança e arte digital em cinco palcos no Castelo – Sta. Maria da Feira

Música, dança e arte digital. Paz e caos. DISTORCTION é uma criação artística da Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira e da companhia de dança feirense All About Dance para a 11ª edição do Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua. Um espectáculo que terá como palco a praça de armas do Castelo e que promete surpreender e envolver o público nos três dias do Festival, de 19 a 21 de Maio.

Há cerca de um ano atrás, a empresa municipal Feira Viva lançou o desafio à Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira para criar um espectáculo de raiz para o Imaginarius, que tivesse como palco o monumento mais emblemático do Concelho. DISTORCTION é o resultado final desse trabalho conjunto com os All About Dance, e que reforça a aposta do Festival na criação artística local e na afirmação da identidade do território.

Paulo Martins, director artístico de DISTORCTION e maestro da Banda Sinfónica, antecipa que “este é um espectáculo invulgar e inesperado, que promete surpreender o público em vários locais da praça de armas do Castelo”. “Um espectáculo muito variado, com momentos muito díspares do ponto de vista musical, desde a música mais convencional de Bach até à música electrónica”, revela. O público será envolvido de forma natural neste espectáculo, que vai percorrer cinco palcos, remetendo para uma permanente distorção da realidade através da música, numa alusão clara aos incómodos dias que estamos a viver.

DISTORCTION assenta na relação entre as estruturas urbanas contemporâneas e a espiritualidade vigente. De forma estilizada, o espectáculo aborda os conceitos de perversão social, sexualidade, terror e magnificência.

Reportando-se às crenças e valores moldados pela nossa cultura, Vítor Fontes, director artístico da companhia All About Dance, salienta que no “espectáculo DISTORCTION, a dança e seus padrões de movimento retratam precisamente a mutabilidade de valores, a ausência de padrões de conduta íntegros resultantes de um vazio ideológico muitas vezes presente na nossa cultura ocidental moderna contemporânea”.

DISTORCTION é constituído por cinco quadros orquestrais, separados por interlúdios de criação electrónica/sonic art. A intersecção de obras acústicas amplificadas e meios electrónicos de produção musical constituem a paleta sonora. O mesmo acontece em termos visuais entre a companhia de dança e a arte digital. Os conteúdos visuais serão projectados na parede que separa as duas torres principais do Castelo.

Espectáculo com lotação limitada. Entrada livre. Maiores de 12 anos.

O Imaginarius – Festival Internacional de Teatro de Rua é organizado pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira e empresa municipal Feira Viva. A direcção artística é do Centro de Criação para o Teatro e Artes de Rua (CCTAR).

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *