Cultura, Póvoa de Varzim

Festa do Livro e da Leitura: à procura de novos públicos – P.Varzim

Prestes a terminar, Abril foi para a Biblioteca Municipal um mês de festa – a Festa do Livro e da Leitura – que começou com a celebração do Dia Internacional do Livro Infantil e terminou com a do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor.
Esta manhã, em simultâneo com os municípios da Área Metropolitana do Porto, a Biblioteca desenvolveu a actividade “Bibliotecas Partilhadas na AMP” que consistiu na leitura e transmissão de contos entre as diferentes bibliotecas. Assim sendo, a Biblioteca Municipal da Póvoa de Varzim recebeu uma técnica da Biblioteca Municipal de Vila do Conde para narrar um conto, e uma técnica da Biblioteca da Póvoa de Varzim foi à Biblioteca Municipal da Trofa. Deste modo, estabeleceu-se a transmissão de um testemunho literário em todas as Bibliotecas Públicas da AMP aderentes ao Projecto. A Biblioteca Pública 1 transmitiu o seu testemunho literário à Biblioteca 2, lendo cada uma um conto, e assim sucessivamente. Esta iniciativa teve como objectivos: comemorar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor na AMP; promover o livro e a leitura; incrementar e consolidar hábitos de leitura e estabelecer laços de cooperação entre as Bibliotecas Públicas/leitores da AMP.   
No passado sábado, 23 de Abril, Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, o município da Póvoa de Varzim colocou os Livros na Rua e ofereceu cerca de 1500 livros. Tratou-se da iniciativa Faça compras, receba livros!, integrada no evento Livros na Rua, promovida pela Biblioteca Municipal em parceria com a Associação Comércio ao Ar Livre. Por cada dez euros de compras que cada pessoa efectuou nas lojas aderentes da Associação, foi oferecido um cupão, que permitiu levantar gratuitamente, um livro de edição municipal, no espaço da Biblioteca Municipal situado na Rua da Junqueira. Esta actividade de incentivo à leitura teve início em 2008 e conforme já foi explicado por Luís Diamantino, Vereador do Pelouro da Cultura, enquadra-se na perspectiva da Câmara Municipal de levar o livro aos locais mais improváveis fazendo dele um elemento surpresa na procura de novos públicos. “Livros na Rua” visa essencialmente a promoção do livro e da leitura à semelhança de outras acções inseridas em programas como “Livros fora de Portas”, Bibliotecas de Praia, Biblioteca de Jardim, Leituras no Hospital, Leitura Sénior (em lares de idosos), Bibliocaixas (empréstimo de livros no jardim de infância), entre outros.
No âmbito do projecto Leituras no Hospital, as crianças internadas no serviço de pediatria do Centro Hospitalar da Póvoa de Varzim receberam a visita de uma técnica da Biblioteca Municipal que lhes contou histórias da literatura infanto-juvenil.
Da iniciativa “Livros fora de Portas”, do serviço educativo da Biblioteca Municipal, onde se incluem as Leituras no Hospital, faz também parte a Leitura Sénior, que leva histórias aos mais idosos. Na Santa Casa da Misericórdia, teve lugar uma Sessão Especial de Leitura Sénior proporcionando aos idosos um momento de prazer e fruição do livro e da leitura. O projecto teve início no dia 23 de Abril de 2007 e desde então tem cumprido o seu objectivo de estimular a imaginação e ocupação dos tempos livres dos utentes de terceira idade dos Lares de Idosos e Centros de Dia do concelho. Com esta actividade cumpre-se uma dimensão inovadora da acção dos Serviços Educativos da Biblioteca, levando os livros e a leitura fora de portas procurando incentivar a criação de hábitos de leitura e de fruição cultural.
“Livros Fora de Portas” procura promover a leitura fora dos espaços da Biblioteca, através de projectos dirigidos a diversos públicos-alvo, desde as crianças dos jardins de infância àquelas que se encontram na pediatria do Hospital e aos mais idosos, de instituições de apoio à terceira idade.  
A Biblioteca Municipal implementou, uma vez mais, durante todo o mês, a campanha “Novos Leitores” para captação de públicos diferentes. Assim, quem se inscrever como leitor durante o mês de Abril recebe um livro, ou seja, usufrui da oferta de uma edição municipal, cumprindo-se uma velha tradição catalã, difundida na Catalunha, Espanha, segundo a qual, no dia 23 de Abril, dia de São Jorge,  e proclamado Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor, os cavaleiros ofereciam às suas damas uma rosa vermelha de São Jorge (Saint Jordi)  recebendo em troca, um livro.
Procurando um maior envolvimento da comunidade local e educativa, através da partilha de recursos entre os vários parceiros da Biblioteca, a Festa do Livro e da Leitura intenta dar maior visibilidade à promoção do livro, promovendo várias actividades para diferentes públicos e incentivando a participação activa dos vários intervenientes e mediadores de leitura.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *