Lamego, Sociedade

Bôla de Lamego na corrida às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa

A Bôla de Lamego integra o conjunto de 70 pré-finalistas na eleição das 7 Maravilhas da Gastronomia, uma primeira selecção entre 433 candidaturas de pratos de todo o país assegurada por um painel de 70 especialistas. A concorrer na categoria de Entradas, a Bôla de Lamego compete directamente com a Alheira de Mirandela, o Queijo da Serra da Estrela, o Bolo do Caco, os Espargos com Ovos, as Lapas da Madeira, a Muxama de Atum, o Pastel de Bacalhau, os Pezinhos de Coentrada e o Presunto de Barrancos.

A passagem da Bôla de Lamego para o grupo dos 10 pré-finalistas de Entradas enche de orgulho a Câmara Municipal de Lamego, entidade responsável pela respectiva candidatura, uma vez que vai potenciar a promoção de um dos produtos gastronómicos mais genuínos do concelho. Fiel a uma receita muito antiga e recheada ao gosto de cada um, as bôlas de presunto, bacalhau, frango, sardinha, salpicão, vinha-d’alhos ou de outros ingredientes, deliciam o paladar dos consumidores.

A região do país com mais eleitos na lista de pré-finalistas é  o Alentejo, com 12 pratos. A próxima fase na corrida às 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa decorre ainda durante o mês de Abril, em que um painel de 21 personalidades notáveis elege a short list de 21 finalistas, apresentada para votação pública a 7 de Maio de 2011. Em seguida, o público pode votar, até ao próximo dia 7 de Setembro, por SMS, chamada telefónica, Internet e Facebook. As 7 Maravilhas serão reveladas a 10 de Setembro, em Santarém, numa cerimónia a transmitir em directo pela RTP.

Tendo em conta a oferta culinária duriense, a Bôla de Lamego assume-se como uma das iguarias mais genuínas e distintas do Portugal gastronómico. Neste sentido, a convite da Câmara Municipal, mais de uma dezena de produtores locais têm participado na Feira da Bôla, um certame que este ano terá a sua terceira edição e que decorre na principal “sala de visitas” da cidade, a Av. Dr. Alfredo de Sousa. Este evento, visa, segundo a autarquia, reforçar a estratégia de valorização dos produtos tradicionais endógenos e projectar Lamego como destino turístico.

Natural do concelho de Lamego, Evaristo Pereira Cardoso, formador na área da restauração e cozinha e hoteleiro, integrou o painel de 70 especialistas que elegeram os 70 pratos pré-finalistas, dos quais a Bôla de Lamego faz parte.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *