Desporto, Guimarães

CMAD reconhecido como Centro de Medicina Desportiva da Região – Guimarães

Foi homologado ontem , dia 11 de Abril, pelo Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Dr. Laurentino Dias, o Protocolo de Cooperação entre a Tempo Livre e o Instituto do Desporto de Portugal I.P., no qual se reconhece o Centro Médico de Apoio ao Desporto (CMAD) de Guimarães como extensão dos Centros de Medicina Desportiva do IDP.

A cerimónia de homologação do protocolo, presidida por António Magalhães, foi iniciada pelo Vereador Amadeu Portilha, o qual teve a oportunidade de apresentar os principais números do CMAD e o percurso e conteúdo do próprio Protocolo de Cooperação. O CMAD, criado pela Câmara Municipal de Guimarães em 2005, é actualmente gerido pela Tempo Livre e, ao longo destes 6 anos, já realizou mais de 4 mil horas de atendimento, 14 mil consultas a atletas de mais de 8 Concelhos da Região, sendo constituído por um corpo clínico de 10 médicos e 6 enfermeiros.

O Vereador Amadeu Portilha afirmou assim que “após o desafio lançado pela Câmara Municipal, o Secretário de Estado do Desporto rapidamente nos recebeu e abraçou a ideia, desencadeando o enquadramento legal para que o CMAD fosse integrado na rede nacional dos Centros de Medicina Desportiva”. Após uma série de visitas de trabalho foi corporizada a intenção num protocolo de cooperação que, afirma Amadeu Portilha, “é o reflexo do trabalho atento da Câmara Municipal e da Tempo Livre, que soube visionar a longo prazo a importância que este equipamento iria significar para os clubes e atletas, não só do Concelho de Guimarães, mas de toda a Região”.

O Presidente da Câmara de Guimarães, António Magalhães aproveitou o momento para agradecer ao Governo, em especial ao Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, “pelo reconhecimento e pelo esforço que fez e tem feito nesta matéria, sendo sabido por todos os escassos meios que o actual Governo e esta tutela têm para levar a cabo tudo aquilo que gostaríamos de ver no terreno”.

A encerrar a cerimónia, o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Dr. Laurentino Dias, dirigiu palavras de agradecimento e afirmou em primeiro lugar que o mérito vai para a Câmara Municipal e para a Tempo Livre porque “esta iniciativa é de Guimarães”, referindo-se ao facto de que o Governo não teria condições para assegurar este tipo de Centros de Medicina por todo o País. Afirmou ainda que “quando recebemos a proposta do CMAD poder funcionar ligado com o Centro Nacional de Medicina Desportiva, vimos com muito agrado e acolhemos com imensa satisfação, porque assim este Centro continuará a prestar à população o seu serviço, mas integrado numa rede nacional do Departamento de Medicina Desportiva, que oficialmente é o responsável pela Medicina Desportiva em Portugal e pela sua cobertura nacional”.

Laurentino Dias afirmou ainda que “este protocolo reconhece o CMAD como o 1º Centro Médico promovido fora dos 3 Centros de Medicina Desportiva”, sendo por isso o 1º protocolo a ser celebrado. Neste sentido, o Secretário de Estado, solicitou que a Comunicação Social divulgasse este exemplo e esta ideia, para que mais Centros Médicos de apoio ao desporto sejam criados na relação directa com o Centro Nacional de Medicina Desportiva, para que mais atletas e mais clubes pudessem usufruir de serviços como este, reforçando “que esta Região irá beneficiar imenso com esta nova fórmula de serviço que segue os padrões nacionais e internacionais de reconhecimento da aptidão física desportiva”.

Esta cerimónia foi ainda marcada pela presença de personalidades locais ligadas ao Desporto e à Saúde, desde logo o Presidente do Centro Hospitalar do Alto Ave, Dr. António Barbosa, o Director do ACES Guimarães-Vizela, Dr. Castro Freitas, entre outros.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *