Póvoa de Varzim, Sociedade

“Dinheiro do jogo é reciclado para criação de melhores condições de vida” – P. Varzim

Foram entregues, na tarde de ontem, 21 de Março, os subsídios resultantes da concessão da zona de jogos a 25 entidades com relevância social do município da Póvoa de Varzim. Um total de 402.966,80€ foi distribuído pelas instituições poveiras.

Aires Pereira, Vice-Presidente da Câmara Municipal, Luís Manuel Patrão, Presidente do Conselho Directivo do Turismo de Portugal, e Dionísio Vinagre, Administrador da Estoril Sol, participaram nesta cerimónia que teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Município.

Aires Pereira aproveitou o momento para revelar que “desde 1994 já foram disponibilizados 6 milhões e 200 mil euros em subsídios resultantes da concessão da zona de jogos”, o que considera ser “uma verba significativa que ajudou as instituições a desenvolverem de forma mais eficaz o seu trabalho junto de quem mais precisa”. O autarca informou ainda que “começamos com 17 instituições e hoje temos 25”, salientando o importante papel que estas entidades com relevância social do concelho desempenham sendo que sobrevivem graças ao voluntariado e esforço de muitos. O Vice-Presidente destacou a solidariedade das instituições da Póvoa de Varzim e o papel social inigualável que exercem.

Sobre a entrega dos subsídios nesta altura, Aires Pereira esclareceu que “não é possível fazer a atribuição deste subsídio antes do primeiro trimestre de cada ano” e, neste sentido, alertou as instituições para se disciplinarem e não contarem com a verba antes desta data.

Luís Patrão salientou a qualidade do trabalho desenvolvido pela Póvoa de Varzim, quer na área social referindo-se às 25 instituições seleccionadas pelo mérito do seu trabalho, quer pela acção da Câmara Municipal que é exemplo na definição do seu plano de intervenção e gestão urbanística. O representante do Turismo de Portugal informou que “o dinheiro do jogo é reciclado para criar melhores condições de vida”, tanto pelo contributo que é dado em obras de gestão urbanística que melhoram e valorizam o concelho, como pelo subsídio às entidades de interesse social e cívico que têm um trabalho voluntário e dedicado em prol dos outros. Luís Patrão clarificou ainda que esta é a altura própria para fazer a entrega das verbas resultantes da concessão da zona de jogos porque só depois de apuradas as contas é que os subsídios podem ser distribuídos.

As entidades que receberam os subsídios foram: Centro Social de Bem-Estar de S. Pedro de Rates (11.203,53€); Instituto Madre Matilde (11.177,57€); Varzim Sport Club (93.537,79€); Clube Desportivo da Póvoa (44.529,30€); Clube Naval Povoense (33.425,03€); Federação Portuguesa de Pesca Desportiva de Alto Mar (2.895,57€); Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim (44.529,31€); MAPADI – Movimento de Apoio de Pais e Amigos ao Diminuído Intelectual (47.081,09€); Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Varzim (36.661,71€); A Beneficente (20.317,54€); Cáritas (5.513,90€); Cruz Vermelha Portuguesa (5.513,90€); Instituto Maria da Paz Varzim (4.640,03€); Sociedade de São Vicente de Paulo de S. José de Ribamar (3.632,91€); Sociedade de São Vicente de Paulo da Lapa (3.632,91€); Sociedade de São Vicente de Paulo da Matriz (1.816,46€); Conferência Vicentina Feminina do Imaculado Coração de Maria (1.816,46€); Liga Portuguesa Contra o Cancro (11.883,79€); Centro Paroquial de Solidariedade Social de S. José de Ribamar (5.431,83€); Associação Banda Musical da Póvoa de Varzim (5.723,45€); Associação Poveira de Coleccionismo (638,25€); Centro Social Monsenhor Pires Quesado (1.955,77€); Centro Social e Paroquial de Terroso (1.802,90€); Centro Social Bonitos de Amorim (1.802,90€) e Centro Social da Paróquia de Beiriz (1.802,90€).

 

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *