Sociedade, Trofa

Câmara da Trofa dedicou Dia Internacional da Protecção Civil às crianças do Concelho

A Câmara Municipal da Trofa organizou ontem, quinta-feira, 10 de Março, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Protecção Civil, várias actividades para os Clubes de Protecção Civil do Concelho.
 
Assim, as acções que decorreram ao longo de todo o dia, envolvendo mais de 350 crianças incluíram a apresentação do projecto “Escola Segura” da GNR, ainda uma acção de formação e sensibilização protagonizada pelos Bombeiros Voluntários da Trofa, uma acção de demonstração da Associação de Silvicultores do Vale do Ave e da Brigada Municipal de Intervenção Florestal da Trofa e ainda várias acções de sensibilização ambiental organizadas pela Autarquia.
 
O dia dedicado à Protecção Civil começou cedo no Monte de S. Gens, contando com a presença da Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Joana Lima, que acompanhou as crianças em várias actividades.
Entretanto, as actividades da manhã foram também repetidas durante a tarde para receber as centenas de alunos dos Clubes de Protecção Civil existentes nas Escolas do Municipio, nomeadamente: JI de Feira Nova, EB1/JI e Portela, EB2/3 de S. Romão, EB1 de Feira Nova, EB1/JI de Quereledo, APPACDM, EB2 e 3 de Alvarelhos, EB1 JI de Vila, Colégio da Trofa  e EB2/3 da Trofa.
 
Esta data além de comemorar o Dia Internacional da Protecção Civil na Trofa, marcou também o arranque do Programa Educativo – Clubes de Protecção Civil do ano de 2011 com o lançamento do Concurso “Mascote”, previsto na Candidatura ON 2 “Sistema de Prevenção e Gestão de Riscos Naturais e Tecnológicos do Concelho da Trofa”.
 
Este Sistema de Prevenção e Gestão de Riscos Naturais e Tecnológicos terá como objectivos a avaliação da probabilidade de ocorrência de fenómenos perigosos, a avaliação da vulnerabilidade a perigos e a criação de instrumentos de âmbito municipal, destinados a suprir as lacunas existentes tanto na área da protecção civil bem como do ordenamento do território.
 
A Trofa aposta assim, na divulgação de boas práticas junto dos mais novos, nomeadamente através dos Clubes de Protecção Civil das Escolas, tendo em conta que a sensibilização e a informação da população é imprescindível, para obter uma maior consciencialização das responsabilidades individuais, quer no conhecimento dos riscos que a comunidade pode correr, quer na forma como proceder e actuar, se necessário, em situação de acidente.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *