Trofa, Turismo

Fins-de-semana gastronómicos 2011 na Trofa a 12 e 13 de Março

É já no próximo fim-de-semana que a Trofa é a capital da gastronomia na região Norte. Nos dias 12 e 13 de Março, a Trofa vai receber em onze restaurantes do Concelho os Fins-de-semana Gastronómicos edição 2011, uma iniciativa organizada pela marca Porto e Norte de Portugal, E.R., Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal com o apoio da Câmara Municipal da Trofa.
 
Esta actividade tem por finalidade dinamizar e valorizar a gastronomia e a vinicultura do Concelho da Trofa, promovendo assim a Trofa como destino turístico de eleição.
 
O sector da restauração da Trofa aceitou o desafio de participar no fim-de-semana gastronómico e por isso, o “Arroz de Pica no Chão” e a “Maça Assada” estarão em destaque nos restaurantes aderentes, que são em 2011: “Os Braguinhas”, “Flor do Ave”, “Motoclube”, “Os Sousas” , “Tourigalo”, “Casa Mota”, “Casa Campos”, “Churrascaria Félix”, “Restaurante S. Romão”, “Restaurante S. Cristóvão” e “ Restaurante B. Correia” 
 
Paralelamente o dia dedicado aos Fins-de-semana Gastronómicos na Trofa vai ainda ser aproveitado para entregar os certificados de formação profissional do Curso Modelar de Cozinha, de 200 horas, que decorreu na Escola EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, envolvendo 14 formandos. Esta cerimónia vai decorrer a 12 de Março, na Casa da Cultura da Trofa, a partir das 15h30.
 
Este curso de cozinha organizado pela Escola de Hotelaria e Turismo do Porto com o apoio da Câmara Municipal da Trofa procurou preparar os profissionais dos estabelecimentos de restauração e bebidas, integrados ou não em unidades hoteleiras, ao nível da confecção e empratamento de alimentos.
 
Este curso foi mais um desafio ganho pela Autarquia Trofense que apostou assim na qualificação dos recursos humanos ligados à hotelaria e à restauração e na melhoria do serviço prestado, aprimorando a competitividade e a qualidade da oferta turística local.
 
Com estas iniciativas, a Câmara Municipal da Trofa pretende salvaguardar as tradições gastronómicas, numa perspectiva de contemporaneidade, privilegiando o saber adquirido e os inesquecíveis aromas e sabores ancestrais da região.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *