Educação, Oliveira de Azeméis

Novos centros escolares reforçarão condições de segurança dos alunos – Oliveira de Azeméis

A construção de novos centros escolares no município de Oliveira de Azeméis irá aumentar a segurança do parque escolar eliminando algumas carências actuais, afirmou o vereador da Educação.
«Existem edifícios que ainda têm carências ao nível da segurança mas é necessário ter a consciência de que algumas dessas escolas vão fechar e integrar os novos centros escolares que serão apetrechados com sistemas eficazes de protecção das crianças», disse Isidro Figueiredo, após assistir a um simulacro de incêndio no centro escolar de Azagães, na freguesia de Carregosa.
Segundo o autarca, o plano de reordenamento escolar prevê a criação de três novos centros escolares, um no centro da cidade através da fusão das escolas Bento Carqueja e Soares Basto, e um outro no lugar de Lações de Cima. Um terceiro centro escolar será construído na freguesia de Ul.
«Com a construção dessas novas unidades deixará de fazer sentido investir profundamente em dispositivos quando algumas escolas serão desactivadas», referiu o vereador, frisando que, «mesmo sem um plano de segurança tão estruturado como o do centro escolar de Azagães, os estabelecimentos possuem meios básicos de protecção».
O Dia Internacional da Protecção Civil foi aproveitado pela autarquia para testar o plano de emergência da unidade escolar de Azagães, uma iniciativa que levou à intervenção de uma equipa dos bombeiros voluntários de Fajões e à evacuação de 73 crianças dos ensino pré-escolar e 1º ciclo.
«Pelo número de alunos envolvidos considerámos ser importante testar, pela primeira vez, a segurança do edifício uma vez que a escola tem apenas cinco meses de funcionamento», disse Isidro Figueiredo.
As comemorações do Dia Internacional da Protecção Civil incluíram ainda, na Praça da Cidade, 278 demonstrações práticas de primeira intervenção (simuladores de incêndios florestais e domésticos), suporte básico de vida, desobstrução de vias aéreas, Telealarm (divulgação), técnicas de desencarceramento e apresentação de filmes sobre Protecção Civil.
As demonstrações envolveram alunos das EB 2,3 Bento Carqueja, Comendador Ângelo Azevedo, escolas básicas 2,3 de Fajões e de Carregosa, escola secundária Ferreira Castro e participantes do Programa «Viver Melhor».
Foram efectuados ainda 255 rastreios clínicos de tensão arterial, índice de massa corporal, medição de diabetes e colesterol.
As iniciativas tiveram a parceria da delegação de Cucujães da Cruz Vermelha Portuguesa, Rotary Clube de Oliveira de Azeméis, Escola Superior de Enfermagem (Cruz Vermelha Portuguesa de Oliveira de Azeméis), Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis e de Fajões, Associação Florestal do entre Douro e Vouga, GNR (Escola Segura), ACES do Entre Douro e Vouga – Aveiro Norte II e GNR de Cesar.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *