Mangualde, Sociedade

Mangualde já tem contrato local de segurança

Na passada sexta-feira, dia 4 de Março, pelas 12h00, realizou-se no Salão Nobre da Câmara Municipal de Mangualde a assinatura do Contrato Local de Segurança de Mangualde. O contrato, celebrado entre o Ministério da Administração Interna e a Câmara Municipal de Mangualde, vem assim aproximar as Forças de Segurança das necessidades e expectativas dos cidadãos. A cerimónia contou com a presença de Rui Pereira, Ministro da Administração Interna, de Miguel Ginestal, Governador Civil de Viseu, e de João Azevedo, Presidente da Câmara de Mangualde. No final o Ministro da Administração Interna (MAI) disse que o novo Quartel da GNR em Mangualde (que irá nascer junto das escolas), está em fase de estudo geotécnico e ainda este ano o concurso para o projecto será lançado.

De forma a elevar os níveis de segurança no concelho de Mangualde, este contrato tem como principais objectivos: a redução dos índices de criminalidade e da violência juvenil; determinar, prevenir e erradicar a ocorrência de comportamentos de risco e/ou de ilícitos nas escolas e nas áreas envolventes; reforçar o policiamento de proximidade, através dos meios necessários e adequados para o efeito; fomentar o civismo e a cidadania, contribuindo deste modo para a afirmação da comunidade escolar enquanto espaço privilegiado de integração e socialização; combater situações tipificadas como novas formas de violência na comunidade escolar, como seja o bullying, a violência no namoro, entre outros; promover um ambiente industrial com riscos minimizados; e elaborar um diagnóstico na Freguesia sede do Concelho, especialmente abrangida pelo CLS, com base na informação disponível nas Forças de Segurança, Câmara Municipal de Mangualde e demais parceiros estratégicos.

É de referir que os Contratos Locais de Segurança permitem fazer um diagnóstico científico dos problemas de segurança nos concelhos e um inventário dos meios disponíveis. Desta forma, materializam o princípio da articulação de esforços, envolvendo o Ministério da Administração Interna, as Forças de Segurança e as Autarquias.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *