Mangualde, Turismo

Stand mangualdense promoveu turismo regional

O turismo de natureza, associado ao património, ao artesanato, à gastronomia e aos vinhos, marcou a presença da Câmara Municipal de Mangualde na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2011. O certame, que constitui uma referência internacional, realizou-se de 23 a 27 de Fevereiro, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações.
Com o objectivo de promover o Turismo de Mangualde, o stand da Câmara Municipal promoveu diversas iniciativas. Assim, no dia 24 de Janeiro, foi possível degustar vinhos do Dão, saborear o queijo da Serra, o requeijão com doce de abóbora, os enchidos, os pastéis de feijão, as cavacas, o mel, as maçãs Bravo Mangualde, o pão de centeio, a broa de milho e os bombons. Nesta agradável prova gastronómica foi, ainda, apresentado um produto novo – o pão surpresa recheado. Paralelamente à mostra gastronómica, foi possível assistir às bordadeiras de Tibaldinho a bordarem ao vivo, apreciar o artesanato, as cerâmicas e a olaria. A actuação do Rancho Folclórico “Os Camponeses da Mesquitela” animou o stand Mangualdense no dia 26 de Fevereiro. Alegremente, o grupo interagiu com o público com as danças e cantares da Beira Alta.
A promoção e divulgação do concelho contou com o empenho e a colaboração de diversas entidades: a AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, a Adega Cooperativa de Mangualde, a Sogrape, a Quinta dos Roques, a Quinta de Santo António, a CESCE Sociedade Agrícola S.A., a Queijaria do Basílio, a Queijaria de Armando Tavares Soares Sequeira, a Mel de Harold Hafner, a Cooperativa Agrícola de Mangualde, o Patronato, a Princesa do Castelo, a Pameca, a Pastelaria Espiga Dourada, o Talho “O António”, o Talho Fausto, o Hotel Senhora do Castelo, a Estalagem Cruz da Mata, o Hotel Rural Mira Serra, o restaurante “O Valério”, o restaurante “Moderno”, o restaurante “Gestur”, as Cerâmicas Maria do Amparo, os Matarrachos – Sérgio Amaral, as bordadeiras D. Cidália e D. Júlia (Bordados de Tibaldinho – Alcafache). A todos os que acompanharam e contribuíram para uma melhor promoção e divulgação do concelho, a Autarquia Mangualdense dirige especial agradecimento.

10 RAZÕES PARA VISITAR MANGUALDE
É de salientar que, desde a gastronomia aos monumentos, passando pela história, o artesanato, as festas, as feiras e as romarias, o stand mangualdense apresentou ainda dez razões para visitar o concelho: 1- Mangualde, terra antiquíssima; 2- rica gastronomia; 3- artesanato variado; 4- termas sulfurosas de Alcafache; 5- vinho do Dão; 6- não faltam as feiras, festas e romarias; 7- Mangualde um tesouro natural; 8- belos monumentos históricos; 9- barragem de Fagilde; 10- visitar Mangualde através de percursos.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *