Penafiel, Turismo

“Forais de Penafiel” apresentado como produto turístico do Concelho de Penafiel

São seculares os vestígios de produção de vinho em Portugal e na região do Tâmega e Sousa.

Até ao séc. XIII a viticultura permaneceu pouco desenvolvida, mas a história revela-nos que terão sido os «Vinhos Verdes» os primeiros vinhos portugueses conhecidos nos mercados europeus como a Inglaterra ou a Flandres.

O Vinho Verde, único no mundo, é um vinho naturalmente leve e fresco que se denuncia pelo sabor frutado com que se reveste.

É a este legado pela história, que o “Forais de Penafiel” procura ser leal.

A produção de um vinho de grande qualidade, com uvas seleccionadas, em ambiente de produção integrada é a chave para honrar o passado projectando o futuro.

Jovens agricultores recuperam vinhas abandonadas.

É esse mesmo compromisso com a história e com o futuro, que levou o “Forais de Penafiel” e os jovens vinicultores associados a criar um vinho tendo por base o respeito pela terra que nos brinda com um vinho verde de excepcional qualidade.

Aproveitando a tradição do vinho verde nesta região e bebendo da sabedoria de tempos imemoriais, nomeadamente os que remontam do ano de 1519, data em que foi outorgado por El Rei D. Manuel I o primeiro Foral da Terra de Penafiel, o “Forais de Penafiel” apresenta-se como um vinho verde de excepcional qualidade.

“Forais de Penafiel” é uma homenagem ao nosso passado, feito com as melhores uvas da terra, para que se possa Sentir Penafiel com prazer e paixão.

A recuperação de vinhas abandonadas é outra vertente do projecto, representando, actualmente, mais de metade dos hectares associados à produção do Forais.

A produção integrada na qual se baseia a produção do “Forais de Penafiel”, recorre a técnicas que permitem preservar o ambiente, nomeadamente a biodiversidade, o solo e a água, limitando também a aplicação de produtos fitofarmacêuticos. Com a produção integrada é privilegiada os meios biológicos, biotécnicos, físicos, genéticos e culturais para combater pragas ou doenças das vinhas, o que em última analise contribui para melhorar a qualidade das vinhas, assegurando uma produção de alta qualidade.

A formação adequada e estruturada aos actuais e novos agricultores é outra vertente do projecto, garantindo que as vinhas são tratadas com os melhores procedimentos, preservando-se a tradição e o meio ambiente.

O “Forais de Penafiel”, produzido apenas em anos de excepcional qualidade, como é o caso da colheita de 2010, é uma marca da Adega Cooperativa de Penafiel e que conta com o apoio da Câmara Municipal de Penafiel que viu neste produto turístico uma oportunidade de promoção turística para o Concelho.

Para o autarca Alberto Santos, “O vinho e a gastronomia são produtos turísticos de excelência, motivo pelo qual decidimos apoiar a dinamização deste produto da Adega Cooperativa o “Forais de Penafiel”, que acreditamos vai ajudar a divulgar o concelho, o maior produtor de Vinho Verde, dinamizando assim a nossa oferta turística que é cada vez mais estruturada e de qualidade.”

A apresentação do “Forais de Penafiel” terá lugar no próximo dia 5 de Março, Sábado, pelas 18 horas, no Bliss Café no Parque da Cidade de Penafiel.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *