Educação, Marinha Grande

“À Descoberta das 4 Cidades” apresentado na DREC – Marinha Grande

O Projecto “À Descoberta das 4 Cidades” foi apresentado no Auditório da Direcção Regional de Educação do Centro, em Coimbra, na tarde do dia 23 de Fevereiro, por autarcas e professores dos Municípios de Marinha Grande e Fundão.

Esta sessão contou com a presença do Director Regional Adjunto, Rui Costa, que começou por dar as boas vindas aos presentes e reconhecer o mérito deste projecto por se enquadrar numa pedagogia de escola em que o saber se constrói a partir de vários intervenientes, assumindo-se a escola como um verdadeiro motor e gestor das aprendizagens.

Salientou, também a singularidade deste projecto pelo facto de unir quatro cidades geminadas: Fundão, Marinha Grande, Montemor-o-Novo e Vila Real de Santo António, que foram elevadas à categoria de cidade, no dia 11 de Março de 1988.

Depois usaram da palavra as Vereadoras da Educação da Câmara Municipal da Câmara Municipal da Marinha Grande e do Fundão, apresentando o Projecto como elemento dinamizador de acções educativas, entre as autarquias envolvidas.

Coube aos Directores dos Agrupamentos de Escolas Serra da Gardunha, João Franco e Terras do Xisto (Fundão), considerarem o Projecto como elemento transversal do currículo do 1º Ciclo do Ensino Básico e potenciador de práticas educativas inovadoras.

Seguidamente Joaquim Luís Gouveia, Coordenador do Projecto, começou por agradecer à Direcção Regional a oportunidade de poder partilhar esta experiência com todos os presentes, para de imediato fazer o enquadramento pedagógico do mesmo. Este Projecto assenta numa Escola baseada em aprendizagens activas, inovadora, geradora e transmissora de SABER.

Para dar a conhecer a história deste Projecto propôs a todos os presentes, uma viagem no tempo, que teve início com a elevação à categoria de cidade, das então vilas: Fundão, Marinha Grande, Montemor-o-Novo e Vila Real de Stº António e que desde 1988 se assumiram como cidades geminadas.

Em Março de 1994, nasceu na escola do 1º Ciclo de Ensino Básico de Aldeia de Joanes – Fundão, o Projecto “À Descoberta das 4 Cidades”.

Desde então, assumiu-se, como um projecto interescolar e intermunicipal, das 4 cidades irmãs. Até ao presente ano, já participaram neste Projecto, cerca de 54 escolas, milhares de alunos e dezenas de professores do 1º CEB.

Depois da apresentação dos seus objectivos, o Coordenador do Projecto referiu a importância que o mesmo tem representado para todos os alunos, professores e comunidades envolvidas, bem patentes nas produções que ano após ano tiveram lugar e que, neste momento, podem considerar-se a imagem de marca do Projecto.

No âmbito deste Projecto já tiveram lugar as seguintes produções:

i) O Boletim “O Caracol” – comemorativo do aniversário das 4 cidades;

ii)  “Cheiros e Sabores das nossas terras” – recolha gastronómica;

iii) Acção educativa ”Patrimónios do nosso brincar “ – produção de 630 brinquedos, dando lugar a uma exposição itinerante, colecção de postais e publicação do livro Patrimónios do nosso brincar;

iv) Acção Educativa “Datas e Lugares com Estórias” que propiciou: uma colecção de marcadores, puzzles e um Roteiro das 4 Cidades e DVD, contendo toda a informação recolhida ao longo de três anos;

v) Para o triénio 2010/2013, foi lançada a acção educativa “Bicharada, Ervas & Companhia” que procurará: identificar e conhecer as áreas naturais de cada concelho; identificar e estudar a sua fauna e flora; identificar e registar práticas que resultem das relações entre o homem e a natureza; motivar dinâmicas de exploração da natureza, desenvolver a criatividade e a expressão artística no tratamento dos conteúdos recolhidos.

Por último, salientou o papel fulcral dos professores, verdadeiros motores desta “aventura”, bem como o papel das Câmaras Municipais das cidades já referidas, que com o seu apoio monetário e técnico, têm permitido a concretização de muitos sonhos inerentes à renovação constante deste Projecto.

Geminação aproxima territórios e povos

A Vereadora da Educação da Câmara da Marinha Grande, Cidália Ferreira, lembrou que a geminação “é um instrumento eficaz de proximidade entre os vários territórios e povos, com acento tónico nos domínios da educação, cultura, desporto, acção social, economia”.

A presente geminação tem sido utilizada “como relação de aproximação e de contacto privilegiado para acções conjuntas de natureza mais objectiva, no sentido do estabelecimento de parcerias estratégicas de desenvolvimento face ao processo de globalização em curso. Perante os projectos, problemas e constrangimentos são sempre encontradas soluções concertadas”.

De entre os vários projectos e actividades realizados no âmbito desta geminação, Cidália Ferreira destacou “o Projecto «À Descoberta das 4 Cidades», do qual muito nos orgulhamos de integrar”.

Ano após ano, “tem assumido um carácter de investigação, indo à procura daquilo que é desconhecido em cada uma das cidades irmãs, bem como da sua singularidade enquanto espaços diferenciados e, paralelamente, pesquisando elementos capazes de unir aspectos gastronómicos, de lazer, de património, sem descurar os aspectos da natureza que rodeiam cada uma das nossas cidades”.

Entendo que este Projecto tem futuro e que este passa pela manutenção das relações de amizade estabelecidas entre municípios e pelo fortalecimento do envolvimento de agentes externos às autarquias, como a comunidade educativa, familiares de alunos e entidades dos vários concelhos. Temos escrito uma bonita história. Devemos envolver as gerações futuras, para prosseguir o caminho já calcorreado, a passos ainda mais largos.

Este projecto é consubstanciado pelas vertentes pedagógica, afectiva e institucional.

A Vereadora da Educação salientou que “é este o caminho que tem sido traçado pelo Projecto, cuja importância para a comunidade educativa e para os Municípios é inegável e que só tem sido possível graças à disponibilidade de uma equipa técnica das Câmaras Municipais, do forte empenho dos professores e comunidades escolares onde as escolas e Agrupamentos se inserem e do Coordenador do Projecto Professor Joaquim Gouveia”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *