Cultura, Oliveira de Azeméis

Cartaz cultural do município de Oliveira de Azeméis regressa entre Março e Maio

A magia, com a actuação do mágico Mário Daniel, é a grande novidade da edição deste ano do «Ciclo da Primavera», o maior cartaz cultural do município de Oliveira de Azeméis que se realiza entre Março e Maio no cine teatro Caracas.
O evento, apresentado esta manhã, inclui ainda um concerto com João Pedro Pais e o teatro de revista «Vamos Contar Mentiras».
«Com a realização anual do ciclo, a autarquia pretende ir ao encontro da preferência dos oliveirenses, pelo que, este ano, apresenta diversas opções culturais», afirmou Hermínio Loureiro, presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis.
Segundo o autarca, que falava em conferência de imprensa, este «é um ciclo com história e que integra a aposta cultural do município».
«A valorização da cultura é fundamental porque traz a Oliveira de Azeméis figuras nacionais e novas formas de arte», acrescentou.
Para Gracinda Leal, vereadora do pelouro da cultura, o Ciclo da Primavera é visto como «um marco na programação cultural do concelho».
«Este ano integrámos três áreas artísticas distintas numa programação que tem como objectivo atrair o maior número de pessoas à cidade», afirmou.
O teatro de comédia «Vamos contar mentiras», com direcção do actor Octávio Matos, abre a edição deste ano do «Ciclo da Primavera».
O espectáculo de humor, que conta com os actores Octávio Matos, Isabel Damatta e Luís Aleluia, nos principais papéis, está marcado para as 21h30, de 12 de Março, no cine teatro Caracas.
A encenação, uma divertida comédia sobre um casal e a festa de comemoração dos seus 15 anos de casamento, apresenta-se num duplo tributo a Raúl Solnado e Armando Cortez.
Inserido no ciclo está também o concerto de João Pedro Pais, às 21h30 do dia 09 de Abril, com o espectáculo «Improviso».
O cantor, natural de Lisboa, apresenta ao público versões renovadas dos temas de maior sucesso como «Ninguém (é de ninguém)», «Lembra-te de mim», «Mentira» e «Nada de Nada».
Desde a sua estreia em 1997, João Pedro Pais construiu um percurso impar na música portuguesa e tornou-se um dos artistas mais carismáticos do país.
Recentemente, conquistou o Disco de Ouro com o registo ao vivo «O Coliseu», gravado na sala lisboeta e rapidamente atingiu o 1º lugar do top de vendas.
O «Ciclo da Primavera» encerra a 21 de Maio, na sala de espectáculos da cidade, com o mágico e ilusionista, Mário Daniel.
O artista, com 15 anos de carreira, recebeu, em 1998, o prémio revelação do «MagicValongo» e, em 2001, o primeiro lugar no «V Congresso Nacional do MagicValongo».
A primeira edição do «Ciclo da Primavera» realizou-se em 2002, ano em que a autarquia adquiriu o cine teatro Caracas passando a oferecer ao público um programa regular de animação cultural.
Ao longo desses anos passaram já por Oliveira de Azeméis nomes consagrados da música, dança, teatro e entretenimento, reforçando a imagem cultural do município.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

2 comentários

  1. Programa muito pobre e nada inovador. Oliveira de Azeméis destaca-se pela pobreza da oferta cultural. Compare-se com os concelhos vizinhos: Estarreja, S. João da Madeira e Feira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *