Cantanhede, Sociedade

Projecto da Câmara de Cantanhede e da APBio seleccionado para representar Portugal no European Enterprise Awards

“Uma Estratégia Nacional para a Biotecnologia”, promovido pela Câmara Municipal de Cantanhede, em parceria com a Associação Portuguesa de Bioindústrias (APBio), foi um dos dois projectos seleccionados para representar Portugal no European Enterprise Awards 2011, a realizar em Maio, em Budapeste. O júri nacional deste concurso da Comissão Europeia para distinguir as melhores práticas na promoção do espírito empreendedor na Europa anunciou os resultados numa cerimónia que decorreu em 15 de Fevereiro, no Auditório da Lispólis, em Lisboa.

A organização do concurso em Portugal está a cargo do Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI), cujo presidente, Luís Filipe Costa, sublinhou na ocasião que a aposta na iniciativa tem como objectivo fomentar a divulgação e a partilha de experiências inovadoras com relevância nas dinâmicas empresariais locais e dar visibilidade a boas práticas que contribuam para o desenvolvimento da iniciativa empresarial a nível nacional.

Neste contexto, tem particular relevância que, das 38 candidaturas apresentadas, o júri nacional tenha seleccionado, na categoria “Promoção do Espírito Empresarial”, o projecto apresentado conjuntamente pelo Município de Cantanhede e a Associação Portuguesa da Bioindústria, no âmbito de uma parceria que visa a definição e implementação de acções conjuntas de promoção de promoção do sector da biotecnologia que se consubstancia na Estratégia Nacional para a Biotecnologia. A Câmara Municipal de Cantanhede dá o seu apoio explícito a essa estratégia, ao abrigo da qual foi apresentado o projecto seleccionado pelo júri nacional dos European Enterprise Awards. No texto que fundamenta a candidatura conjunta da autarquia cantanhedense e da APBio pode ler-se que “em Portugal foi feito um esforço importante, nos últimos vinte anos, no investimento público em I&D no sector da biotecnologia, resultando um notável número de doutorados e de publicações científicas com origem em Portugal, e numa clara melhoria das infra-estruturas tecnológicas. Este progresso foi particularmente notável nas áreas que estão na base da biotecnologia, sector que representa hoje quase 10% das patentes submetidas por inventores portugueses e é crucial trabalhar acções que possibilitem o retorno social e económico desse apreciável investimento”.

São essas acções que o Município de Cantanhede e a ApBio – Associação Portuguesa de Bioindústrias, de forma conjunta, decidiram reunir na designada Estratégia Nacional para a Biotecnologia em execução desde 2002. A autarquia, ao apostar no Biocant Park, pretende estimular o investimento em actividades de investigação de desenvolvimento e ser uma referência internacional na investigação e comercialização em áreas específicas das ciências da vida, contribuindo desta forma para a promoção do espírito empresarial e para delinear uma estratégia nacional para a biotecnologia e ciências da vida. A APBio- Associação Portuguesa de Bioindústria, representa o sector da Biotecnologia em Portugal e tem centrado a sua actividade em torno de temáticas diversas como a do Financiamento, Criação de um Cluster, definição de Políticas de Inovação que pretendem ser ilustradas na Estratégia Nacional para a Biotecnologia, uma estratégia com ambição de promover o crescimento do tecido empresarial e industrial nacional ao conseguir atrair Investimento Directo Estrangeiro estruturante. Esta estratégia, que as duas instituições candidataram aos European Enterprise Awards 2011, pauta-se por um conjunto de eixos de intervenção, nomeadamente a criação de uma Dia Nacional da Biotecnologia, a adequação dos instrumentos de Financiamento, a atracção de IDE, a criação de um pólo de competitividade ou cluster e facilitar o acesso ao mercado dos medicamentos inovadores em particular os medicamentos órfãos.

Além do projecto “Uma Estratégia Nacional para a Biotecnologia”, o júri escolheu para representar Portugal no European Enterprise Awards 2011, iniciativa “Horta à Porta – Hortas Biológicas da Região do Porto”, da responsabilidade da LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, esta no âmbito da categoria “Iniciativa Empresarial Responsável e Inclusiva”.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *